Morreu Near (byuu), desenvolvedor do emulador bsnes e outros

Alerta de gatilho: suicídio

O programador e engenheiro Near, que antes usava o nome byuu, faleceu no último domingo. Segundo documento compartilhado por Hector Martin, amigo desenvolvedor, a causa da morte foi suicídio, confirmada pela polícia local.

Reservado, Near fez suas últimas publicações no Twitter, numa sequência em que mostrou o rosto e falou de problemas que enfrentava. Autista em algum nível, com histórico de depressão e declarado como não-binário, vinha sofrendo bullying há anos por membros de dois fóruns conhecidos por ridicularizar pessoas.

Segundo o próprio Near, ele suportou o abuso mental, mas o fórum passou a atacar seus amigos, inclusive tentando induzir um deles ao suicídio.

"A verdade é que fui alvo de bullying, ridicularizado e humilhado por toda minha vida. Desde os primeiros anos escolares até hoje. Sempre me feriu tão profundamente que não consigo descrever. Eu podia tolerar sob depressão pesada quando era só o [primeiro fórum]. Mas o [segundo fórum] tornou o abuso muito maior. Ele ampliou os ataques contra mim por ser autista, para atacar e fazer doxing em meus amigos, e tentar induzir ao suicídio um deles, só para obter uma reação minha. Perdi um de meus melhores amigos pra isso. Me sinto responsável."

Near piorou, voltou a usar medicação, mas não conseguiu mais se estabilizar, segundo Martin. Ele também comunicou que era da vontade de Near que campanhas de arrecadação e semelhantes nunca aconteçam em seu nome.

Sua última mensagem foi uma despedida. "Muito obrigado a todos pelas mensagens gentis. Por favor, cuidem-se. Amo muito todos vocês. Obrigado por todo o seu apoio ao longo dos anos. Foi uma grande honra. Sentirei muito a falta de vocês, mas ao menos posso finalmente estar em paz."

Contribuições inestimáveis

Com participação de valor incalculável na cena retrogamer, Near desenvolveu alguns dos principais emuladores disponíveis: bsnes, Ares e Higan.

Também criou ou contribuiu no design de hardware, como o chip MSU-1, que adiciona 4 GB de armazenamento em cartuchos de Super Nintendo. O MSU-1 permitiu a produção de hacks com áudio em qualidade de CD. Veja e ouça Super Metroid MSU-1 e F-Zero MSU-1.

E esse Chrono Trigger, minha nossa...

"Near foi uma força incansável pela precisão no antes irregular mundo da emulação. Trabalhando nos glitches de hardware mais complicados e casos extremos, ele evoluiu o mundo da emulação do SNES aos saltos", descreve Martin na publicação.

"Também lançou recentemente seu trabalho definitivo de amor, uma tradução de fã de Bahamut Lagoon que pode muito bem ser a mais exata e meticulosa adaptação de idioma de um videogame da era".

A tradução para o inglês de Bahamut Lagoon pode ser baixada aqui.

Em 2020, Near deixou um dos mais didáticos artigos sobre a emulação do Super Nintendo no ArsTechnica, explicando as dificuldades do trabalho. Entre outras, relata a batalha de quase 15 anos para alcançar emulação estável e sobre sua "missão de vida", que era obter a emulação completa e perfeita do console. Passou os últimos anos trabalhando no Japão.

Daniel Lemes
Fundador do MB, quase mil artigos publicados em dez anos pesquisando e escrevendo sobre games. Ex-seguista, fã de Smashing Pumpkins e Yu Suzuki.

4 COMENTÁRIOS

  1. Triste isso!!!! Gosto muito do BSNES, ares e Higan...emuladores um pouco mais pesado se for comparado com o SNES9x e ZSNES!!!! ZSNes é outro que nem dá sinal de vida sobre uma futura atualização, muito estranho isso!!!! Comecei a jogar Bahamut Lagoon a um tempo atrás, tenho que detonar esse jogo!!!! valeu galera do memoriabit!!!!!

    • Sim, principalmente Ares e Higan são pesados porque são focados em precisão em relação ao console.

      • Exato!!!! Tomara que alguém dê continuidade a essas versões de Emuladores...é um grande legado para ser lembrado!!!! valeu

Deixe seu comentário

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui

Mais recentes

Mais lidas