486

Capcom registra Captain Commando e quase 50 marcas de games clássicos

Na lista aparecem também Dino Crisis, Ghouls'n Ghosts e Breath of Fire. Relançamentos ou novos jogos à vista?

1
2475
────────── Publicidade ──────────

A Capcom registrou quase 50 marcas de possíveis lançamentos no Japão. Por enquanto os registros valem só o título escrito, sem logotipos, mas definem áreas comerciais cobertas.

Breath of Fire, por exemplo, aparece em onze categorias, entre elas "software de jogo", "jogos para consoles com tela LCD, telefones celulares, smartphones e terminais de comunicação móvel", "programas para consoles domésticos" e "jogos de computador". A maioria segue essa linha.

Na lista estão nomes clássicos da empresa, alguns há tempos fora do mercado.

Lista inclui várias marcas famosas da casa como Captain Commando, Ghosts 'n Goblin, Vampire Savior e Strider.

Entre os destaques:

Captain Commando: apesar do personagem aparecer de vez em quando, como em Marvel vs Capcom e Namco vs Capcom, o beat 'em up de 1991 merecia uma sequência, hein? A última aparição foi na coletânea Capcom Beat 'Em Up Bundle, de 2018.

Ghosts 'n Goblins: além da aventura original de Arthur, Ghouls'n Ghosts também teve registro, indicando possível exploração da série. Além deles, Gargoyle's Quest, estrelado por um dos inimigos de Ghosts 'n Goblins, e a sequência Demon's Quest também foram renovados.

Yo! Noid: o nome registrado na verdade é 仮面の忍者花丸 (Ninja Mascarado Hanamaru), título do original do Famicom rebatizado nos Estados Unidos como Yo! Noid para o marketing de uma rede de pizzarias. Um relançamento ou novo jogo seria baseado no japonês, por motivos óbvios.

King of Dragons: outro beat 'em up de 1991 que entrou na compilação citada antes. Nesse caso, registros sugerem que deve se tratar de algo para o mercado mobile, com foco no online.

Dino Crisis: a série ganhou certo status entre PlayStation, Dreamcast e Xbox. Mas a Capcom enfiou Crisis do baú após o terceiro jogo, de 2003, focando em Resident Evil. Em 2017, disseram que poderia ser retomada "se fãs pedissem".

Vampire Savior: além desse, também foi registrado o título "Vampire", mostrando possível interesse em algo com a série (conhecida também como Darkstalkers). Após um hiato de sete anos, o último capítulo da franquia foi Darkstalkers Resurrection, de 2013.

E tem muito mais. Alguns registros retomam games "arquivados" há décadas. Last Duel, por exemplo, teve só um lançamento em 1988, um shooter vertical. Outros do gênero são Giga Wing, que saiu na CPS-2 em 1999, e Vulgus, de 1984 (primeiro jogo da Capcom). Samurai Sword foi um adventure que saiu só para o Famicom Disk System, em 1988.

Tudo isso de jogo novo?

Não necessariamente. As séries podem ser remasterizadas, relançadas em celulares ou ganhar novos capítulos, quem sabe? Podem ser games novos, mas não como o público espera. Um exemplo é Breath of Fire 6, que reativou a série em 2016 após 13 anos — mas como um RPG free to play baseado em microtransações. De qualquer forma, ficar de olho nos registros no Japão sempre foi bom indicativo do que vem por aí.

A lista:

  • Vulgus
  • Ghosts 'n Goblins
  • Ghouls'n Ghosts
  • Demon's Crest
  • Capcom Fighting Jam
  • King of Dragons
  • Vampire
  • Battle Circuit
  • Cyberbots
  • Rockman
  • Captain Commando
  • Trojan
  • Tron Bonne
  • Dino Crisis
  • Strider
  • VARTH Operation Thunderstorm
  • Block Block
  • Magic Sword
  • Mega Twins (Chiki Chiki Boys)
  • Tiger Road
  • Mad Gear
  • Last Duel
  • Black Dragon
  • Section Z
  • One Piece Mansion
  • Higemaru
  • Ultimate Ecology (Eco Fighters)
  • Gargoyle's Quest
  • Quiz & Dragons
  • GigawingsMega Man & Bass (Rockman & Forte)
  • 仮面の忍者花丸 (Yo! Noid)
  • Code Name: Viper
  • Samurai Sword
  • Progear
  • Rival Schools
  • Power Stone
  • Powered Gear
  • Super Net Battle Edition Kikaioh (Tech Romancer)
  • SUPER GEM FIGHTER MINIMIX
  • Pocket Fighter
  • Vampire Savior
  • Mega Man DASH
  • WARZARD (Red Earth)
  • Puzzle Fighter
  • Bionic Commando
  • Muscle Bomber
VIAGematsu
FONTEChizai Watch
Artigo anteriorSete músicas licenciadas que marcaram em games antigos
Próximo artigoEntrevista: Carla Meninsky, uma das primeiras game designers

1 COMENTÁRIO

  1. !!!!Muito Bom!!!! Só pérolas Arcades da vida!!!! Joguei muito Captain Commando no Buteco do Seu Zé!!!! saudades

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui