The Last of Us 3 foi confirmado por Neil Druckmann? Não é bem assim, mas…

Grounded II: Making The Last of Us Part II foi lançado no YouTube, com cenas de bastidores da produção do jogo e algumas pós-lançamento. Embora apresente muito material interessante e inédito para os fãs, o que chamou mais atenção do público parece ter sido uma declaração de Neil Druckmann nos minutos finais do documentário.

Spoilers de The Last of Us Part II adiante. Se não jogou e não conhece a história, recomendo que o faça antes.

Através de uma linha do tempo situando vídeos reunidos durante anos, Grounded II revela um início conceitual consideravelmente diferente para The Last of Us Part II. Por exemplo: Ellie não testemunhava a morte de Joel, chegando ao lugar pouco depois e encontrando Tommy ferido. A morte de Joel, contudo, sempre esteve nos planos e era defendida por Troy Baker já no primeiro jogo – enquanto Druckmann achava loucura.

Muitas ideias foram consideradas e descartadas. Em algum ponto, Lev e Yara morreriam, depois só Lev (no fim, quem morre é Yara). Ellie mataria Abby na luta final e Dina não estaria grávida – ideia trazida por Halley Gross, que entrou para o time como corroteirista.

Para quem gosta de desenvolvimento, também é um prato cheio, com cenas de reuniões, discussões técnicas, bastidores da criação dos trailers, como a produção de Uncharted 4 "atrapalhou" a evolução de The Last of Us, a influência de Bloodborne no sistema de combate, etc. Dá pra aprender algo sobre o fluxo de trabalho de uma empresa do porte da Naughty Dog.

banner de grounded ii documentario

Mas é a declaração final de Druckmann que alvoroçou fãs e mídia. No capítulo de encerramento, "Future Days", o roteirista e criador da série fala sobre planos para uma sequência, revelando que, ao contrário do que muita gente pensou, a história que ele já tem para Tommy não será The Last of Us Part III:

Dei algumas entrevistas em que alguém me perguntou sobre The Last of Us, se teria mais história e tal... Mencionei que escrevemos uma história que se passa depois de The Last of Us II, estrelada por Tommy. Espero que um dia possamos fazê-la. As manchetes por toda a indústria foram "Naughty Dog tem o esboço de The Last of Us Part III". E na verdade está errado. Sempre foi uma história pequena, não um título completo.

Como Tommy terminou a Part II debilitado (deficiente físico e em parte visual), soa improvável que a história aborde de fato o futuro do personagem. Deve ser baseada em seu passado com os Fireflies e/ou no período de banditismo com Joel – similar ao Left Behind, cuja ação é centrada em Ellie antes de ser mordida.

Mas e a Part III?

O projeto com Tommy está engavetado. Porém, a Part III foi quase confirmada, ao menos o iminente desenvolvimento da história. O conceito existe e está forte o suficiente para conectar-se com as partes anteriores de forma homogênea:

O primeiro jogo tinha um conceito tão claro de amor incondicional que um pai sente pela criança. O segundo, quanto partimos da ideia de busca pela justiça a qualquer custo, justiça por aqueles que você ama, pareceu ter um claro conceito ali e há uma linha direta com primeiro jogo em relação ao amor.

[...] Estive pensando sobre "Há um conceito ali?" e por alguns anos, não consegui encontrá-lo. Mas recentemente isso mudou; não tenho a história, mas tenho o conceito que pra mim é tão empolgante quanto o primeiro, tão empolgante quanto o segundo; é uma coisa à parte, mas tem uma linha ligando os três. Então, ele dá a sensação de que provavelmente há mais um capítulo nessa história.

Se o amor é, na visão de Druckmann, a linha que conecta as tramas, fica implícito que também será o tema de fundo do eventual terceiro jogo.

Como a ideia será explorada, resta esperar alguns anos pra saber. A Naughty Dog eliminou crunches e reorganizou seu fluxo de trabalho para melhorar as condições dos funcionários, então é pouco provável que futuras produções sejam aceleradas. Se a Part III está em fase conceitual, eu não esperaria novidades nos próximos quatro anos, no mínimo.

Recomendo que assista o documentário na íntegra. Está disponível aqui, no Youtube (tem legendas em português, basta ativá-las).

Daniel Lemes
Daniel Lemes
Fundador do MB, quase mil artigos publicados em dez anos pesquisando e escrevendo sobre games. Ex-seguista, fã de Smashing Pumpkins e Yu Suzuki.

Deixe seu comentário

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui

Mais recentes

Mais lidas