Personalização de videogames 2: Nintendo 64 “Silver Light”

Dessa vez, um Nintendo 64 comprado por R$50 ganha um visual prata com iluminação de LEDs.

837

Quem acompanhou a primeira parte dessa série deve lembrar do Mega sucatão de R$30, a primeira cobaia do "laboratório de reciclagem". Para tentativa inaugural, ficou razoável (não gostei muito), mas o importante é não desanimar e praticar.

Então, como prometido, segue nessa segunda edição o passo a passo da transformação de um Nintendo 64.

Passo a passo pode não ser o termo exato, já que etapas simples, como abertura do console e demonstrações de pintura ficarão de fora, por economia de espaço e do seu tempo. Vamos direto ao que interessa com o antes e depois, seguido do resultado da pintura e aí sim com um pouco mais de detalhes, a instalação de LEDs. O original vermelho foi substituído e outros vieram para iluminar as frestas de ventilação.

Esse era o 64 antes da mudança. Foi comprado no Mercado Livre num pacote 2 em 1 por R$80 + frete, o que deu não mais que R$50 em cada.

nintendo 64 0

Claro que o estado de conservação não é dos melhores, pra ser legal. Dominado por sujeira, de novo aquela coisa vermelha que parece terra, arranhado. O plástico das entradas de controle estavam num estado realmente desanimador. Ou repugnante, como preferir.

Mas o videogame funciona perfeitamente, e ambos vieram com os Jumper Paks. Sem quebrados, nem parafusos a menos, ou com placas cheia de gambiarras, como descobri depois de abri-los.

Chave gamebit 4.5 à mão para abrir o ninho:

nintendo 64 abertura

Nenhum alien, mas muita sujeira, poeira de anos "preservada". Milhões de ácaros garantidos. Felizmente também não havia nada severamente enferrujado, exceto marcas em pontos isolados.

Não sei o que deu na cabeça da Nintendo quando projetou o 64, com esse monte de placas de metal e parafusos. Não dava pra fazer um dissipador menor e mais jeitoso? Claro que dava: tenho outro aqui fabricado em 2000 com menos parafuso, e dissipadores que saem da própria placa superior.

Não vou entrar em detalhes sobre como desmontar, não tem segredo: solte os parafusos, então puxe cuidadosamente a tampa, o que vai soltar os botões de power e reset no processo. O Jumper Pak sai junto.

Ao desmontar o interior, fique atento à posição dos parafusos, são tantos que pode ser um porre montar depois. Uma dica é ir guardando cada grupo deles num pedaço de papel ou saco plástico com fecho, anotando aonde vão. Tem parafuso de todo tipo, parece uma máquina steampunk.

nintendo 64 aberto

O suporte do slot é simples de desmontar, só tirar os parafusos e deslizar as tampas "vai e vem" pra cima. Cuidado para guardar as molas.

Sucatão desmontado, é hora de lavar, afinal você não vai lixar nesse monte de sujeira, espalhando contaminação pra todo lado (ou vai?). Escova e água. Deixe secar ao sol.

Hora do projeto gráfico e desenvolver ideias.

Projeto

Já tinha em mente alguns que vi por aí, principalmente incluindo luzes, acho que elas dão um up no visual, fica bem mais interessante do que só pintar. Principalmente a ideia da iluminação no logotipo, bastante usada por modificadores.

Também pensei em alterar o logo, usar o do Ultra 64. Isso traria uma dificuldade adicional, numa das opções:

  • remover o logo do acrílico original, que fica na frente do videogame, e nele fixar de algum jeito o logo do Ultra 64.
  • criar um novo escudo em acrílico, com a forma exata do original, e nele pintar / fixar o logo do Ultra 64.

A primeira é mais simples: mandar solvente nas costas do acrílico (o que poderia deixá-lo opaco, ou não, nem testei), estragando o logo original. Queria sim trocá-lo, mas não destruir o clássico. A segunda está um pouco acima do meu nível no momento, teria que apelar à algo com resinas, catalisadores e formas de silicone. Passo.

Mesmo sem ter certeza se iria adiante (como não foi), projetei o visual como Ultra 64. Entre possibilidades de cor, combinações de vermelho e prata, ou prata com preto, tintas que ainda tinha da pintura do Mega Drive. Decidi, enfim, pelo prata dominante e preto, com o LED vermelho do Nintendo 64 substituído por um mais brilhante — mais tarde, escolhi outra cor:

nintendo 64 projeto prata

nintendo 64 projetos

Vou deixar registrados alguns passos simples da preparação do logotipo, mas note que no fim, decidi não fazer a iluminação dele, porque o meu estava um tanto arranhado. Preferi deixar o original ainda mais escuro com uma camada de fita isolante atrás, para não vazar nenhuma luz.

Remover o logo da carcaça do N64 é fácil, mas requer cuidado para não quebrar. Ele é preso por um adesivo bem forte, tipo dupla-face. Sugiro que arrume algo de ponta macia e haste firme, como um bastão de borracha, ou que proteja a ponta do que for usar para empurrar o acrílico na remoção.

Se arranhar a pintura, já era qualquer efeito legal com luz: haverá um risco ou ponto luminoso além das letras. Aí é melhor recorrer à fita preta e selar o fundo para uma opacidade total.

logo n64 (2)

logo n64 (1)

Achar o logo do Ultra 64 em resolução boa pra usar é missão quase impossível, então fiz um no Photoshop. Em formas vetoriais, pode ser redimensionado à vontade sem perdas. Tem diferenças insignificantes frente ao verdadeiro, como a fonte do "NINTENDO": não encontrei a original, mas uma muito similar, a Roboto Condensed.

Com 619 x 388 pixels, o tamanho de impressão será (a 300 dpi) 5,24 x 3,29 cm, que é a medida do logo do console. Se precisar, baixe o logotipo aqui.

logo nintendo 64 photoshop

Uma impressão de teste, em papel sulfite.

logo n64 e ultra 64 Agora a parte "perigosa": com uma ferramenta, desgastar a doca do logotipo, até ficar um senhor arrombo, capaz de abrigar os LEDs. O ideal é usar uma mini-retífica, algo que faça cortes com precisão. Se não tiver, pode tentar com um estilete forte e bem afiado. Será bem mais trabalhoso obter um corte perfeito, o ideal é ter a ferramenta adequada.

Como estava indo antes de eu desistir:

nintendo 64 recorte logo

Acho que deu pra sacar. Importante manter alguma borda, onde o logo será apoiado depois de reencaixado no lugar.

Pintura

Antes da pintura, como sempre, lixe a superfície de acordo com as instruções do fabricante das tintas. No nosso caso, pintura em plástico pode ser feita direto sobre a superfície, mas não confio e resolvi lixar, até para remover arranhados e imperfeições. Lixa não muito grossa (800) serve. Vá com paciência passando sobre toda a carcaça, até notar que arranhados somem com o desgaste do plástico. Não é pra destruir tudo, passe na moral até tirar os arranhados por completo e aplicar uma certa textura, que "pegue" a tinta.

Nem deveria avisar, mas por via das dúvidas: use equipamento de segurança. Máscara vai bem, não fique cheirando pó de plástico. Nem pó nenhum.

Não se assuste com o visual arranhado e opaco, é isso mesmo. O 64 não tem letras impressas, mas em relevo, o que nos poupa o trabalho de repintá-las depois. Mas cuidado com etiquetas, como as debaixo do console. A não ser que queira vê-las virar pó, evite a lixa ali.

n64 lixado
Depois disso levou mais lixa ainda...

Lixe tudo que vai levar tinta, e também a lateral dos botões power e reset. Quando a carcaça estiver pintada, naturalmente o buraco fica mais estreito e se não lixar, os botões podem prender.

Proteja qualquer área que não vai levar tinta com fita crepe, como as citadas etiquetas.

etiqueta n64

Proceda com a pintura de acordo com as instruções da tinta. No caso, foi a Colorgin Plásticos, que recomenda não mais que cinco minutos entre cada demão. Posicione os objetos que serão pintados mais ou menos próximos, aproveitando melhor a tinta.

Pelo projeto, o topo seria prata e a base preta, mas achei por bem mandar uma "névoa" prata também na base já pintada, e ficou bom.

E de novo: use proteção. Máscara é fundamental, não luxo.

Depois de concluir a pintura, deixe secar NO MÍNIMO 24 horas fora de casa. Arrume um canto no quintal e largue lá mesmo. De preferência até bem mais que isso, já que a pintura vai emanar gases durante a fase de cura.

n64 pintura 1
Partes pintadas em prata
n64 pintura 2
Partes pintadas em preto, receberam um jato "rápido" de prata na última demão, bem espalhada e fina.

Iluminação

Nota: não sou engenheiro elétrico, e isso é um protótipo. Se você botar fogo na sua casa seguindo esses procedimentos, não tenho nada com isso. Em dúvida, consulte um eletricista e/ou técnico em eletrônica.

A instalação dos LEDs é fácil, mas se você não tem prática nenhuma com ferro de solda e multímetro, pare já. Peça pra alguém fazer, é simples e não vão te cobrar os olhos da cara por um servicinho de uma hora, com preguiça.

O mais trabalhoso (não muito) é saber a tensão dos LEDs que você vai usar, de onde tirar energia para eles, e como fazer a ligação.

Tensão: o próprio vendedor informa, e os LEDs de cada cor variam. Por exemplo, LEDs brancos e azuis no kit que comprei operam (emitem luz) em 3.4 V, enquanto vermelhos, amarelos e verdes operam em 2.1 V. Não adianta fornecer menos energia que isso, pois o LED não acende, e se passar muito do limite, vão queimar. Se passar um pouco eles ligam, mas terão a vida útil diminuída.

Atualização: recomendo que não tente transformar seu 64 numa usina de LEDs, porque isso pode fazê-lo parar de funcionar dependendo de onde forem ligados. Por exemplo: num outro aparelho que personalizei, tentei tirar a voltagem para os LEDs superiores direto do LED de power, mas cinco foram o bastante pro videogame não dar mais sinal.

Pra começar, troquei o LED padrão do 64, aquele vermelho meio morto que indica o sistema ligado.

n64 led original
Aparência do LED original do N64.

O LED substituto é muito mais brilhante. Mas sei lá por que, na última hora testei o amarelo e gostei do resultado. Com um multímetro, chequei a tensão nas "pernas" do LED original e é de quase 2 V, o bastante para acender o amarelo. É só encostar o novo ali com a polaridade certa (cátodo no negativo e ânodo no positivo — ânodo é na perna mais comprida, ou veja para entender) para ligar em paralelo, pegando emprestada a energia do local.

Se você inverter as polaridades do LED, ele não acende.

n64 led teste

Remover o original não tem segredo: puxe com um alicate de bico fino enquanto derrete a solda de cada perna. Se tiver sugador de solda, pode ser útil apesar da pouca quantidade. Coloque o novo LED e solde.

As fotos não mostram o mesmo resultado que nossos olhos captam. Mas garanto: não tem esse brilho estourado na ponta; é um amarelo bem intenso e luminoso, muito bonito.

n64 led amarelo instalado
LED amarelo aplicado ao N64.

Dobre o LED pra frente como era o original, pois ele fica posicionado sobre uma peça branca translúcida que emite luz pelo painel do console. Você deve ter visto essa peça quando desmontou o videogame.

Agora a parte difícil: de onde tirar a energia para os LEDs brancos de 3.4 V, se o local ali só oferece 2 V? Queria iluminar as grades de ventilação, pelo menos três LEDs em cima, e um em cada lateral, logo totalizando 5 LEDs além daquele do power.

Esse é o lado inferior da placa. Atenção às regiões indicadas:

n64 inferior placa

No alto, são quatro pinos que vem da fonte, marcados com os números 1, 3, 4 e 6. Na parte inferior, os números 1, 2, 7 e 8. Se testar com o multímetro, verá que entre os pontos, tanto superiores quanto inferiores entre si ou alternados, obtemos diferentes tensões.

Se precisar de 12 V, ligue um fio no ponto 6 e outro no ponto 4 superiores (na verdade, 11 V); nos pontos 8 e 1 inferiores, consegue-se 7.9 V, etc. Uma combinação possível para ter 3.3 V (ou melhor, 3.56) é ligar um fio ao 4 superior e outro ao 2 inferior — serve muito bem ao meu LED branco de 3.4 V.

Mas escrevi isso só para situar você. O certo é: use um multímetro e teste você mesmo. Afinal, há revisões de placa e na sua pode ser diferente.

Cuidado para não encostar os pontos causando um pequeno curto, ou pode queimar sua fonte (aconteceu com a minha e ela ficou alguns minutos sem funcionar; já chorava a falecida quando testei e ela ressuscitou).

n64 led 3
Com essa ligação você pega quase 12V. O fio "base" é o do pino 4...
n64 led 2
...que junto com esse, pega os 3.4V que precisamos para o LED branco.

A quantidade e como você vai ligar os LEDs alteram a tensão mínima necessária. Se ligados em série, os três LEDs superiores exigiriam ao menos 9.9 V. Para cinco, 16.5 V.

Pensei na caminho mais direto: ligar os cinco nessa única fiação de 3.56 V. Fiquei na dúvida se não causaria queda de tensão em outras partes do sistema; apesar da corrente ridiculamente baixa de 5 LEDs, e se eu resolvesse viajar total e fazer uma árvore de Natal no 64, com dezenas de luzes?

Perguntei pro Coleção Nintendo, que já publicou algumas modificações em N64, como overclock, e ele lembrou que a fonte original segura até 2 consoles, não será uma dúzia de LEDs capaz de pôr a casa abaixo. Os cinco LEDs foram então ligados nessa alimentação de 3.56 V, e ficou perfeito, todos brilhantes sem queda visível de luminosidade.

Essa é a armação com três LEDs para a ventilação superior. Os vermelhos são os ânodos, ligados juntos, e os cátodos também ligados entre si, os três vão compartilhar a energia.

n64 leds

Aqui já mais arrumado, com isolamento (aquele grude branco é cola quente), pois vai ficar em cima da proteção metálica do videogame. Isole bem.

n64 leds conectados

Testando...
Testando...

Remonte a placa na carenagem, arrumando os fios. Como preferi não remover o de 12 V que já tinha soldado, ele ficou isolado e enrolado na parte superior da base, enquanto os fios de 3.56 V passam de um lado ao outro. Liguei o armado de LEDs e o posicionei bem no meio da placa superior, prendendo com cola quente.

"Mas não vai derreter quando o videogame esquentar?" O ponto de fusão da cola quente é de 50 a 70º C, muito acima do interior do aparelho ligado. Há vídeos de gente rodando o N64 até sem dissipador, nunca que ele vai chegar (em condições normais) a tais temperaturas.

n64 leds instalados
LEDs já fixados à placa superior.

Aquela luz saindo pelas laterais são dois LEDs, um apontado para cada lado, ligados na mesma fiação dos LEDs centrais. Posicione-os apontados para a ventilação, mas não encoste muito. Quanto mais afastados, maior o efeito de "raio solar" pela grade. Prenda com cola quente onde achar melhor.

n64 led lateral
Faça o mesmo para o LED no outro lado.

Trate de isolar qualquer parte metálica exposta do LED. Fita isolante, além de manter o LED bem posicionado e firme, dá conta. Mais uma imagem da posição dele, com o Nintendo 64 visto por trás (essa cor azulada é da foto, a luz é bem branca):

n64 led lateral 2

Arrume os fios e feche o videogame. Opcionalmente, se souber como fazer, você também pode instalar uma chave para ligar e desligar a iluminação. Seria fácil abrindo ou fechando a energia da fiação que vem da placa, mas preferi a luz acesa o tempo todo. Além disso, a chave exigiria um corte na carcaça plástica. Talvez eu tente em outro modelo.

Se fez tudo certo, seu Nintendo 64 personalizado deve estar pronto.

Resultado

O meu finalizado:

n64 silver 1

Atualização

Outros modelos que fiz com o mesmo procedimento. O dourado estava num estado muito lamentável, não consegui restaurar uma rachadura logo abaixo do logotipo.

O vermelho é quase o mesmo que tinha projetado antes, mas com a retro-iluminação do logotipo. Para isso, foi só colocar um LED vermelho atrás dele.

Avaliação

Aprendizado durante o procedimento:

  • Ao contrário da pintura do Mega Drive, dessa vez ela ficou suave. A dica é respeitar o tempo entre demãos que o fabricante da tinta indica.
  • O Nintendo 64, especialmente primeiros modelos, parece uma loja de parafusos.
  • O Nintendo 64 tem partes difíceis de personalizar, como o plástico dos conectores de cartucho. Se estiver pensando em pintá-lo, terá que dessoldar e desmontar partes dele.
  • Cola quente é serviço porco pra muita gente, mas em alguns casos, é perfeita. Não tenho ideia como organizaria os fios e manteria os LEDs no lugar sem ela. A não ser que seu Nintendo 64 tenha algum defeito grave, não vai derreter: deixei o videogame ligado por horas e o aquecimento nem passa perto disso. Em videogames com fonte interna eu já não tentaria.

Atualização 09/2016: Essa unidade foi vendida para o cliente Marino.

Próxima modificação: não decidi ainda. Talvez outro 64 que tenho sobrando aqui. Os LEDs azuis dão um efeito sensacional.

Artigo anteriorWonder Boy III The Dragon’s Trap vai ganhar versão HD
Próximo artigoFox n Forests, plataforma 2D que parece o sonho dos 16-bit