397

O fim do fórum UOL Jogos, referência clássica de gamers brasileiros

UOL agendou o encerramento para o próximo dia 7. Fórum de terceiros, em fase beta, oferece migração de dados.

1
552
────────── Publicidade ──────────

Desde o mês passado, quem frequentava já sabia, mas muitos estão sendo pegos de surpresa. Em 2019, o Fórum UOL Jogos será desativado. O processo começou em todos os fóruns da empresa, como o Esportes e o Televisão, com o fim de novas publicações desde o dia 03/12 (mensagens privadas ainda funcionam). Em 07/01, saem do ar em definitivo.

A mensagem, um tanto lacônica, dizia:

"No dia 03/12/2018 o Fórum passará para o modo "apenas leitura", em que não será possível criar tópicos e respostas. A desativação completa do Fórum será feita no dia 07/01/2019. Este fórum fez parte da história de gerações de brasileiros. Agradecemos a todos os foristas que participaram disso."

Mensagem de desativação a partir de 03/12.

Fundado em 2001, o Fórum UOL Jogos foi referência em discussão sobre games em geral, mas vários subfóruns beiravam a inatividade nos últimos anos. Além de específicos por plataforma, para fãs de retrogames havia o "Museu do videogame". Por lá, um pouco tudo: desde fanboys de quarenta anos brigando como adolescentes, até discussões técnicas, comparativos, colecionismo e saudosismo. O besteirol dominava, mas tinha bons momentos ainda.

Foi importante também na divulgação de sites e projetos pessoais — alguns conheceram o MB por lá (eu usava o URL como assinatura) e escreveram artigos, como o Elder Carrilho. O Museu encerrou as atividades com 7515 tópicos, acumulando 212192 postagens.

Vale quase tudo

O mais pop, contudo, era o Vale-Tudo, descrito como "entre se desejar, saia se conseguir". Como diz o nome, valia tudo, até games... Às vezes divertido, outras puro lixo tóxico, mas sem dúvida inesquecível. Ali nasceram ou cresceram memes, como o sujeito que ejaculou no Dreamcast (parece que nasceu em outro fórum, em meados de 2003). Quase tudo que verdejou em termos de zoeira na internet até 2010, foi regado no Vale-Tudo.

A existência dos fóruns se deve muito ao saudoso Fábio Pancheri, ex-redator da revista SuperGamePower e moderador no UOL, falecido em agosto passado aos 50 anos. Participando ativamente da moderação, ficou conhecido como rígido perseguidor de clones e flooders. Foi tanto amigo da geral quanto alvo de chacotas e memes.

Duradouro. Nesses quase 18 anos, o Fórum teve personagens (qual era mesmo o nome do sujeito que fazia mil perguntas no Museu?) e piadas internas ("tetas", "nem li, monoestrelei e saí", etc). Viu nascer e morrer o Orkut, e mesmo com advento de redes sociais e fóruns melhores tecnicamente, manteve um público cativo.

Segredo? Primeiro, a fatia de usuários que não aceita mudanças e opta por ficar onde se sente confortável. Mesmo perfil de quem manteve o Orkut movimentado até o dia da desativação, e ainda hoje chora por ele. O visual retrô fazia parte: jamais adotaram design ou recursos avançados. Era tudo bem roots.

Segundo, o ambiente restringia a participação a um nicho. Tais usuários, que envelheceram jogando e discutindo ali, não curtiam tanto o papo com o público mais novo, do Disqus de grandes sites. Talvez elitista, mas inquestionável o senso de identidade e resistência ao manter fidelidade a um fórum antiquado — e praticamente abandonado pelos mantenedores —, mas que ajudaram a construir.

Problemas?

As restrições eram muitas, afinal tinha jeito de bagunça, mas era um produto UOL. Não dava pra subir avatar próprio, por motivos óbvios; todo mundo usava as opções cedidas pelo fórum. Raramente a moderação abria envio de novos avatares.

Daí nasceram perfis como o "Manolo Chacoalhando a Cabeça".

Em 2009, saíram da base em phpBB para JavaBB, software de código aberto desenvolvido por Dalton de Camargo. Mas recursos necessários não existiam no projeto original; depois de iniciar a transição, Camargo saiu e ficou para o UOL cuidar.

Claro, alterações às pressas deixaram um rastro de bugs. Para fúria dos usuários, que viram em Camargo o grande culpado pelas falhas. O UOL prometeu corrigi-las aos poucos, mas perdeu bastante público por causa de bad gateway, deslogamento e várias outras.

Política

A partir de certo ponto, embates políticos se acirraram. A esbórnia tinha lacradores, bolsonaristas, liberais, lulistas/dilmistas, militaristas, ancaps, "red pillers"... Todo tipo de ideia defendida com o fervor clubista que a internet permite. O fórum Papo-Cabeça não bastou para contê-los, e era comum ver esquerda x direita em discussões aleatórias.

A moderação tentou controlar os exaltados, e foram chamados de opressores, violadores de liberdade de expressão, etc. Justo ou não, rendeu uma profusão de memes e tópicos nada elogiosos, sobrando para Pancheri e a moderação em geral.

O aviso em fonte branca com fundo vermelho, de "mensagem apagada pelo moderador" é um clássico. Bastava a discussão esquentar e lá vinha ela. Enquanto isso, em outro tópico (especialmente no Vale-Tudo) rolava baixaria e nada acontecia. A falta de critério afastou muitos.

Fica na história

Segundo o Vice, a assessoria do UOL afirmou que a desativação é fruto de "longo e gradual processo de perda de usuários"; adequá-lo às exigências de um público mais amplo demandaria recursos sem retorno. "O Fórum UOL foi um produto de muito sucesso no passado, em uma outra época da internet", explicaram.

Nunca fui usuário frequente do fórum. Até 2012, mais li do que discuti, e tentava fazer o fórum daqui funcionar. Só fui criar conta em 2013. Ainda assim, era perceptível a perda de interesse, e fóruns se tornando filiais do Vale-Tudo: trollagem, "você não sabe do que está falando" e daí pra pior. Dentro do VT, tudo bem, mas o comportamento estava se espalhando. Discussões adultas viravam guerra "viúvas da Sega", "Genesis does", por usuários na faixa dos 30 anos ou mais.

Nesse sentido, adeus e obrigado.

Migração. Como o UOL deve deletar tudo, se quiser salvar algo, corra. Há um fórum anunciado via mensagem privada, o Forumvt, que sob solicitação migra seus dados, mantendo postagens, data de inscrição, tudo. Criei uma conta e pedi, fui atendido no mesmo dia. O fórum se identifica como "libertário" e promete tolerância maior que a moderação do UOL.

Depois, restarão backups do Webarchive. Tinha um lado tosco, mas vai deixar saudade.

(Aliás, se você é autor de algum grande tópico por lá, como os fixos, e quiser transformar em post por aqui, leia nossa página de participação. Será um prazer "imortalizar" bom conteúdo =D)

Artigo anteriorReview de produto: Wireless Gamepad para SNES Classic
Próximo artigoLiberadas novas imagens de Streets of Rage 4

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui