Pocky & Rocky 2: clássico do SNES que viaja na cultura japonesa

É hora de nostalgia! Veja o quanto esse game de SNES é baseado na cultura e mitologia japonesa. Um dos grandes clássicos da Big N que fez muita gente feliz no final dos anos 90!

1
223
────────── Publicidade ──────────

Deixe um pouco de lado os grandes nomes como Mario, Kirby e Zelda e vamos adentrar no maravilhoso mundo de Pocky & Rocky 2, que expõe a riquíssima cultura da terra do sol nascente.

No Japão seu título é Kiki Kaikai: Tsukiyo Soushi, que significa "O Misterioso Mundo Fantasma: Uma Noite De Luar", mas para se adequar ao mercado americano, o nome foi alterado para Pocky & Rocky 2. Pocky é a personagem principal e Rocky controlado pelo segundo jogador.

Xintoísmo, religião tradicional no Japão

Toda a história, inimigos e personagens são baseados nas lendas do xintoísmo. A própria heroína do game, chamada Saya-Chan (na versão japonesa), é uma sacerdotisa xintoísta. Nos dias atuais essas sacerdotisas vivem nos templos, mas apenas realizando tarefas simples como a limpeza do santuário e a dança Kagura.

Uma miko, sacerdotisa xintoísta dos dias atuais.

Os trajes de Saya estão exatamente de acordo com as sacerdotisas reais: um kimono branco e calça vermelha. As armas de combate da personagem também são acessórios usados nos rituais xintoístas: uma varinha gohei e talismãs o-fuda.

O talismã é um pedaço de papel com o nome de alguma deidade xintoísta e serve para proteção de males; por outro lado, a varinha é usada para fazer rituais e até exorcismo. No jogo os talismãs são para ataques à distância e a varinha para ataques de perto.

Vale mencionar que no jogo americano, os talismãs foram alterados para "cartas mágicas" com a imagem de um coração em cada "carta"; já no jogo japonês é uma escrita em kanji com o nome de alguma deidade em cada carta.

Tanuki, o cão-guaxinim

Para ajudar a sacerdotisa Saya-Chan, seu amigo fiel é um cão-guaxinim japonês (também conhecido como tanuki) chamado Pocky! Na mitologia japonesa o tanuki é um animal divertido e sempre está mudando de formas.

De acordo com as lendas, uma característica marcante desse bicho é que ele sempre está com uma garrafa de saquê em uma mão e um pedido do bar, que ele nunca paga, na outra. Além disso, também é conhecido por comer muito; por isso, há estátuas de tanuki na frente de vários restaurantes no Japão — eles acreditam que isso vai atrair clientes que comem mais, em consequência gastando mais.

O tanuki é um animal muito popular no Japão. Inclusive em vários jogos antigos do Super Mario, Mario pode se transformar em tanuki. No próprio Mario Kart 8 tem o personagem Mario Tanuki disponível.

Monstros da mitologia japonesa que você provavelmente já viu. Além dos personagens e armas, podemos ver que os inimigos em Pocky & Rocky 2 são completamente inspirados nas lendas do xintoísmo.

Para alguns o nome yokai não é estranho, não é mesmo? Caso seja para você, explico: os yokai são criaturas sobrenaturais que possuem diversas características distintas. Uns são monstros, outros são fantasmas, alguns são demônios e por aí vai.

Além disso, esses seres são citados em vários livros sobre lendas e mitos japoneses, mas onde podemos vê-los com mais frequência são nos animes, games e mangás.

Um dos yokais mais populares é o Tengu; no jogo, ele será seu companheiro de batalha. Os Tengu são geralmente caracterizados como aves com traços humanos e casco de tartaruga, mas outra representação é um rosto vermelho com nariz grande.

Tengu. Imagem: Wikimedia Commons/Kimon Berlin

Outro popular yokai, que também aparece no game, é o yurei. Esses são pessoas que tiveram uma morte dolorosa, rancorosa, cometeram suicídio ou até mesmo tiveram um ritual funerário inadequado; com isso o espírito da pessoa volta para atormentar o mundo físico, tentando finalizar o que não foi possível durante sua vida.

Diversos outros yokais aparecem no jogo para te impedir de prosseguir, entre eles o kappa, obake, kitsune, e etc, cada qual com um aspecto marcante. O obake, por exemplo, às vezes pode ser confundido com um yurei porque muda de forma se assemelhando a fantasmas ou espíritos.

Cenários, templos, estátuas e campos de arroz

A história do game é contada no período do Japão Feudal e vemos muitos templos xintoístas, campos de arroz, a arquitetura e belezas naturais japonesas, e seus variados seres místicos em ação.

A natureza está presente logo no início do game: você verá neve, vulcões e um monte parecido com o grande Fuji.

Os sete deuses da sorte ou fortuna. No Japão existe uma lenda a respeito de sete deuses da sorte ou fortuna. Nos tempos mais antigos eles eram adorados separadamente, mas posteriormente alteraram a forma como são representados: agora são colocados todos juntos, geralmente em formato de pequenos enfeites chamados netsuke.

Cada deus representa algo diferente como força, riqueza, prosperidade, agricultura, pesca, combate e etc. No jogo eles estão todos com seus nomes reais e perfeitamente representados em suas vestimentas. Eles dão o tutorial inicial para que você tenha mais "sorte" durante as batalhas que estão por vir 😀

Jogabilidade cativante

Sem dúvidas Pocky & Rocky 2 precisa estar na lista dos amantes da cultura pop japonesa. Além de ser um ótimo clássico, pode ser jogado a dois, conta com personagens muito carismáticos, tem músicas cativantes e é simples de aprender. Seu estilo shoot 'em up representa todo o glamour dos games anos 90 e é uma ótima pedida para dividir o sofá com o player 2!

E aí, já jogou Pocky & Rocky 2? Já tinha percebido a cultura japonesa nesse clássico? Conta pra gente como foi sua experiência. Esse game certamente fez parte da infância de muita gente 🙂

Esse artigo foi escrito pelo convidado Marcus Cronem, do site Artes Ninja.

1 COMENTÁRIO

  1. Bons tempos foram os anos 90, época boa tanto filmes, games e desenhos animados...saudades!!!! Sinceramente muita coisa eu não conhecia desse game, algo nele me lembro o clássico Marchen Adventure Cotton Snes!!!! antigamente não tinha-mos acesso e facilidade em obter informações sobre determinados games e afins. O Game em sim tem bons gráficos, boa jogabilidade e boas músicas...para quem curte Anime, recomendo!!!! A cultura japonesa é muito rica e linda mesmo!!!!