Duke Nukem 3D para Mega Drive ganha relançamento mundial

Quase vinte anos depois, game exclusivo do mercado brasileiro via TecToy ganha relançamento. Cartucho já está em pré-venda.

4
469

Duke Nukem 3D foi um daqueles clássicos do PC pré lan-houses, quando o pessoal se acabava nos FPS da velha guarda (escola Wolfenstein 3D). Lançado em 1996, com muita violência e um humor escrachado que fazia todo mundo rir enquanto destroçava aliens, o game ganhou um improvável e surpreendente port no Mega Drive aqui no Brasil via TecToy em 1998. Aliás, um trabalho muito digno.

Infelizmente para outras partes do mundo, ficou restrito ao mercado local, que ainda tinha bastante interesse pelo Mega em pleno auge dos 32-bit. Mas essa "injustiça" será devidamente corrigida agora, quase vinte anos depois.

A Piko Interactive adquiriu os direitos para publicar o jogo junto ao desenvolvedor original, a 3D Realms, e fez o relançamento. Ou melhor, um novo lançamento, já que é fabricação própria, com caixa, manual e tudo mais que se deve incluir num cart novo.

Se alguém ainda não viu o game rolando no Mega Drive, não deve se decepcionar com o resultado, claro que com as limitações naturais do console. É um dos raríssimos no gênero para o 16-bit da Sega. A Piko promete alta qualidade, com um case excelente (parafusado, nada de encaixe vagabundo), manual e caixa coloridos, etc.

duke nukem mega drive
A versão Mega Drive feita pela TecToy em 1998 ganha relançamento pela Piko Interactive.

O conteúdo:

  • Cartucho
  • Case de alta qualidade
  • Manual de instruções

Status legal

A primeira coisa que pensei foi "Como fica a TecToy nessa?", já que até onde se saiba, eles fizeram a programação do port (de acordo com créditos do manual nacional, programado por Heriberto Martinez Manrique, o "Mandique", com ferramentas de Maurício Antônio Guerta). Segundo post de representante da Piko no fórum do Sega-16, a negociação foi unicamente com a 3D Realms.

Estranho, já que a programação foi da TecToy, será que o licenciamento antigo previa isso, terceiros usando código da TecToy?

Seja como for, interessou juntar mais um retro-lançamento à sua coleção? A pré-venda está aqui, atualmente no valor de US$54,99. Se preferir só o cartucho (sem caixa e manual), sai por US$39,99, com entrega estimada em 3 semanas.

Artigo anteriorA história do Nintendo 64
Próximo artigoTransição 3D da Nintendo e os choques de geração
Se não tiver conta no Memória BIT, será criada uma. Nada será publicado em seu perfil.
Se já tem conta no MBIT, faça login nela e vincule-a ao Facebook.

4 COMENTÁRIOS

X
Todos os comentários passam por moderação antes de publicados. Se o seu for aprovado, vai aparecer em breve!
  1. Olá, sou Daniel Trevisan, o designer responsável pelo game. Ele foi desenvolvido praticamente do zero, com novas ferramentas, ilustrações, fases e ambientes. Apenas tínhamos que manter as características fundamentais do jogo para PC. Foi um trabalho árduo para uma plataforma extremamente limitada para 16 bits na época. Um verdadeiro desafio classificado como AA pela própria SEGA. O desenvolvimento feito pela Tectoy SA foi pioneiro na plataforma Mega Drive.

  2. A Tec Toy pode ter programado, mas em cima de um produto da 3D Realms. É como se um desenhista da Marvel/DC exigisse direitos por ter trabalhado em algo que não é seu...

    • Nesse caso, a 3D Realms poderia negociar os personagens, ilustrações, etc para outro "desenhista", não pegar o "desenho" do ilustrador TecToy e reutilizar, não? A não ser que isto fizesse parte do contrato de licenciamento de 1998.

DEIXE UMA RESPOSTA