Biografia Catalina (GTA)

Catalina apareceu primeiro como principal antagonista em Grand Theft Auto III, e depois na extensão San Andreas.

0
65
────────── Publicidade ──────────

Catalina é um personagem criado pela Rockstar Games, aparecendo pela primeira vez em Grand Theft Auto III, como principal antagonista na trama que se passa em 2001. Depois, apareceria em GTA: San Andreas, que se passa em 1992.

Assaltante e depois chefe da gangue Cartel colombiana, ficou marcada como psicótica e traidora, e pelo forte sotaque latino. Foi dublada pela atriz Cynthia Farrell.

História

Antes e durante GTA: San Andreas

Catalina em GTA: San Andreas, cujos eventos se passam em 1992.

Descendente de mexicanos, dominicanos e colombianos, Catalina iniciou sua vida no crime em algum ponto antes de 1992, provavelmente quando conheceu Carl Johnson, da gangue Grove Street Families. Ela é indicada pelo primo, Cesar Vialpando, encontrando-se com Carl pela primeira vez no The Welcome Pump, em Dillimore. Dali, os dois partem para uma série de assaltos, e na sequência, se envolvem numa relação íntima (mais por pressão de Catalina, que é dominadora e agressiva). Apesar de ser prima de Cesar, não há confirmação de que também tenha o sobrenome Vialpando.

Os dois começam a roubar vários "alvos fáceis" identificados por Catalina, mas a relação fica tensa com o desejo de dinheiro de Carl para tentar libertar seu irmão, Sweet, preso por policiais corruptos da polícia de Los Santos.

Eles acabam rompendo, e logo na sequência Catalina se envolve com Claude, um piloto de corridas de rua ilegais. Carl vence duas corridas contra o novo namorado de Catalina, e assim ganha sua garagem em Doherty, San Fierro. Catalina parte com Claude para Liberty City, mas continua por um tempo telefonando para Carl, tentando fazer ciúme no ex-namorado, chegando a telefonar no meio do sexo com Claude.

Em GTA III

Catalina trai Claude no assalto ao banco de Liberty City, encerrando uma parceria de nove anos.

Em Liberty City, Catalina e Claude praticam vários crimes por um período de quase nove anos. Eles passam por vários estados cometendo principalmente assaltos a banco, incluindo Texas e Novo México. A jornada termina em Liberty City, em outubro de 2001, quando Catalina começa a ter boas relações com o comando do Cartel colombiano na cidade.

Durante um assalto ao banco local, Catalina trai Claude e outro comparsa, atirando nos dois e fugindo com o dinheiro. Ela segue em suas atividade como líder do Cartel, aumentando a produção e distribuição da droga SPANK, e atacando os rivais da Yakuza na Ilha Staunton, e a máfia da Família Leone em Portland.

Ainda sem que ela saiba, Claude conseguiu escapar vivo e da prisão, e está trabalhando para vários criminosos da cidade. Logo ele começa a se destacar, chegando a matar um informante do Cartel e depois destruir um navio de carga cheio de droga. Quando Claude começa a trabalhar com a Yakuza, os dois quase se enfrentam num canteiro de obras em Fort Staunton, mas Catalina escapa.

Graças a uma armação de Claude com o magnata Donald Love, estoura uma guerra entre o Cartel e a Yakuza. Vários pontos de tráfico do Cartel são atacados, e a essa altura, Claude se tornou um grande problema para seus negócios. Catalina primeiro usa sua influência para convencer o líder da gangue jamaicana Uptown Yardies a matar Claude num atentado com homens-bomba, mas ele escapa.

Catalina traindo Claude de novo, na missão final de GTA III.

Enfim, Catalina vai pessoalmente ao local em que ele se reúne com a Yakuza, mata a sub-chefe da máfia oriental, Asuka Kasen, e o ex-colega de Cartel, Miguel. Também sequestra Maria Latore, que pensa ser amante do ex-namorado, exigido 500 mil dólares de resgate.

Claude leva o dinheiro à mansão que serve de fortaleza do Cartel, em Cedar Grove. Catalina o trai outra vez, levando a pasta com as cédulas e deixando um capanga para matá-lo. Claude reage, mata a maior parte dos membros do Cartel, enquanto Catalina tenta fugir num helicóptero. Quando voava sobre o Cochrane Dam, Claude consegue um lança-foguetes e derruba a nave, matando Catalina e resgatando Maria.

Construção do personagem

Catalina é retratada como uma mulher extremamente agressiva, psicótica e sem limites, que tira vantagem de todos sem remorso — como os namorados ou parceiros de crime.

Esse temperamento explosivo é melhor explorado em GTA: San Andreas, quando durante os crimes com Carl, atira na polícia, pedestres ou qualquer um no caminho. Em outro ponto, demonstra sofrer de transtornos causados pela família, especialmente pelo padrasto, ao responder às críticas de Carl sobre seu excesso no uso de força:

Eles tiveram que morrer porque VOCÊ foi lento e estúpido, como um pirralho gordo que come chocolates enquanto seu pai não dá nada para a enteada além de pão embolorado!

Aparência

Catalina sofreu poucas alterações entre suas aparições em GTA III e GTA: SA. A principal foi o visual mais jovial, pela diferença de nove anos entre cada trama. Ela geralmente usa calças e botas, variando de uma camiseta regata em San Andreas, para um top com jaqueta em GTA III. Na versão comemorativa de 10 anos de GTA III, seu top ficou mais curto, com um adorno no pescoço.

Bibliografia

Editaram esse artigo: Daniel Lemes

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui