Biografia Tatsumi Kimishima

    Com experiência no mercado financeiro, Kimishima ocupou a presidência da Nintendo num momento crucial, entre o fracasso do Wii U e o bem aceito Switch.

    0

    Tatsumi Kimishima é um executivo japonês. Foi o quinto presidente da história da Nintendo, e o segundo presidente da história da Nintendo of America. Vindo de uma carreira no banco japonês Sanwa, Kimishima foi ainda diretor geral da Nintendo de 2013 a 2015.

    Kimishima deixou a presidência da Nintendo em julho de 2018, sendo sucedido por Shuntaro Furukawa.

    ✧ Siga o MB ✧ Twitter Instagram

    Antes da Nintendo

    Formado em Direito na Universidade Hitotsubashi, Kimishima trabalhou por 27 anos no banco japonês Sanwa, nas áreas de planejamento corporativo, desenvolvimento de negócios internacionais, comunicação e promoção corporativa. Nesse período, residiu em cidades como Nova Iorque, Los Angeles, San Francisco, além de locais na América Central e Caribe.

    Nintendo e Pokémon

    Em 2000, Kimishima foi apontado como CFO do Pokémon Company, e no ano seguinte, se tornou presidente do Pokémon USA, Inc. Em seu período, foram lançados vários jogos de grande popularidade da franquia Pokémon, como Pokémon Gold e Silver (2000) e Pokémon Crystal (2001), ambos para o Game Boy Color.

    Com o lançamento do GameCube, em 2001, Hiroshi Yamauchi, presidente da Nintendo desde 1949, sentiu que era hora de deixar o posto para alguém mais jovem. Começou um processo de alterações dentro da empresa, com seu genro, Minoru Arakawa, assumindo a posição de presidente da Nintendo of America, até então ocupado por Howard Lincoln. Arakawa ficaria só um ano como presidente, e em 2002 Yamauchi apontou Kimishima para o cargo.

    Quatro anos depois, Kimishima foi promovido de novo, então para CEO e chairman da Nintendo of America. Em abril de 2013, foi promovido a gerente geral da Nintendo Co., Ltd., com Iwata tomando seu posto como CEO da Nintendo of America. Em 16/09/2015, foi nomeado presidente da Nintendo, pouco após o falecimento de Iwata, em julho.

    Ele não seria o nome favorito de Iwata, que queria alguém jovem na presidência — o próprio Iwata assumiu aos 42 anos, enquanto Kimishima tinha 65. No ato, Kimishima declarou que uma de suas tarefas era preparar o próximo grupo de comando da Nintendo.

    Como presidente

    Apesar de ser o presidente com menos tempo de comando na Nintendo até então, Kimishima participou de vários momentos importantes. Em maio de 2016, anunciou que a Nintendo começaria a produzir filmes, e que estavam em busca de cineastas para seus projetos. Tentou manter o suporte ao Wii U, mesmo com o projeto NX em andamento, até a descontinuação anunciada no final de 2016. Supervisionou o lançamento do Nintendo Switch, que foi bem aceito pelo público, aparecendo na apresentação do console híbrido.

    Em abril de 2018, a Nintendo anunciou que Kimishima deixaria o posto em junho, o que aconteceu no dia 28. Seu sucessor foi Shuntaro Furukawa. A saída não foi por desempenho e sim a decisão interna da Nintendo de renovar o comando.

    Shuntaro Furukawa e Tatsumi Kimishima. Imagem: Yuki Furukawa / Bloomberg

    Segundo Kimishima:

    Com a amplitude dos novos projetos em que estamos trabalhando, agora é a hora de transferir poder para novas pessoas e promover uma mudança de geração, trazendo um momentum mais forte para a Nintendo através dessas mudanças.

    Desde a saída da presidência, Kimishima ocupou o posto de Consultor Executivo.

    Vida pessoal

    Kimishima foi casado e teve duas filha; uma mora em Nova Iorque e a outra no Japão. Entre seus hobbies estão esportes como tênis e golfe.

    Bibliografia

    Deixe seu comentário

    Digite seu comentário!
    Digite seu nome aqui