Review: Stray! vale todo o hype, apesar de curto

Não é de hoje que jogos não considerados "Triple A" agitam o universo dos games! E com o STRAY não foi diferente. Chegou mansinho e fez um barulho ENORME! Mas será que todo esse barulho é real? Será que vale a pena, ou é apenas um "hype" que a comunidade abraçou?

Acho que nessa altura do campeonato todos já sabemos que a resposta é sim! Vale a pena cada hora jogada – infelizmente não são muitas para terminar o jogo.

Stray
Durante todo o jogo, podemos interagir com outros personagens (clique para ampliar).

Na pele de um gato, podemos experimentar tudo o que vemos os gatos aprontarem juntamente com as suas manias, tais como se esfregar nos outros, arranhar móveis, portas e sofás... Tirar aquele cochilo no meio da sala... E escutar seus famosos grunhidos enquanto dorme!

Mas não pense que é apenas isso o jogo. Temos sim um enredo, e muito bem elaborado. Em meio as aventuras que a história nos propõe, conhecemos diversos personagens e também temos um fiel companheiro, que nos acompanha praticamente a história toda!

Gráficos e som

Stray foi muito bem desenvolvido. Com diversos ambientes, na sua maioria obscuro, o jogo esteve bem renderizado e fluiu conforme o esperado. Em muitos momentos enquanto estava jogando, parei para observar o ambiente ao meu redor... Tudo muito bonito e bem trabalhado!

Não menos importante, acredito que a qualidade do som é um diferencial no jogo! Sendo um gato, sabemos de seus famosos "barulhinhos" de respiração. Conseguimos escutá-los durante o jogo todo. Mas não somente isso: miados, gemidos quando sofremos algum tipo de queda, efeitos enquanto estamos afofando algo e até mesmo quando estamos andando e derrubando tudo o que vemos pela frente.

stray playstation
Escale, desça e ande por onde todos os gatos costumam andar [clique para ampliar].
Tudo isso faz com que a imersão no mundo dos felinos fique ainda melhor! O jogo não explora muito o quesito de músicas durante a gameplay, mas não faz falta, porque ficamos tão concentrados nos mínimos barulhinhos que o gatinho faz, que nem sentimos falta de muitas músicas.

Jogabilidade

Simples e fluida! Stray entrega o básico, porém necessário... Sem aqueles diversos botões que acabam fazendo com que a gente se complique durante algum momento.

Durante todo o jogo, percebi que o próprio cenário nos dá dicas de onde temos que ir ou o que fazer. Sendo assim, toda a gameplay é intuitiva.

Não posso deixar de comentar sobre a movimentação do personagem principal. É de uma qualidade muito boa de se ver e viver na pele!

stray botao miar
Se eu tivesse ficado dormindo... não teria vivido nada dessa aventura. Isso é bom ou ruim? [clique para ampliar]

Conclusão

Confesso que Stray! foi uma grata surpresa. A forma simples com que é abordada faz com que a gente se prenda muito fácil com a história do personagem principal. Quando a gente menos espera, estamos vivendo e pensando como um gato!

O jogo não exige muitos desafios hardcore. Pode ser um problema para alguns jogadores que gostam de serem desafiados ao máximo. Porém, por ser um jogo leve, você acaba prestando muito mais atenção em tudo o que acontece ao seu redor e aos personagens secundários da história. Acredito que isso faça com que você fique imerso o tempo todo.

Não sei se podemos considerar o tempo total de game ruim ou bom. Terminei ele em torno de 8 horas, sendo que explorei bastante o jogo e fiz muitas traquinagens felinas. Não busquei focar somente no objetivo central da história.

captura de tela de Stray
Dá licença que está na hora do banho...

Com isso, muitos podem achá-lo bem curto, como eu achei... Mas isso não significa que a história é mal contada. Podemos até classificar como um ponto positivo, pois fiquei tão imerso que jogaria mais algumas horinhas.

Sendo assim, o jogo vale sim todo o hype que estamos vendo na Internet durante seu lançamento! E também, é de muito bom agrado ver jogos que não são tão famosos, fazer o sucesso que Stray está fazendo. Isso mostra o potencial que diversas empresas de médio e pequeno porte têm e podem ter frente a empresas já consideradas famosas no mundo dos games.

Então aconselho a todos virarem por algumas horas uma bolinha de pelo e sair correndo cidade a fora.

Stray está disponível para PlayStation 4, PlayStation 5 e PC.

Deixe seu comentário

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui

Reviews

Recentes