Review Fifa 94: mais respeito com o velhinho clássico

Fifa Soccer passou por uma fase de contestações, mas quando lançado em 1993, foi uma revolução nos games de futebol.

2
1150

Depois de algumas empreitadas menos felizes entre 2000 e 2005, virou mania de muita gente descer o pau em FIFA, sempre com a velha ladainha "PES é melhor, PES isso, PES aquilo"...

Não que seja mentira, pelo menos durante certo período, mas independente das falhas e acertos dos games de futebol favoritos do público em suas versões recentes, não podemos esquecer da relevância histórica de séries que começaram lá no passado e seguem firmes.

Nos idos de 1994, tudo o que tínhamos na área eram games com visão lateral, aérea e outras mais bizarras... Até que veio FIFA International Soccer. Primeiro futiba virtual com "assinatura" da própria FIFA, FIFA Soccer (ou FIFA 94, como também ficou conhecido) foi uma grande cartada da Electronic Arts, com visão que fugiu do convencional: apostaram num campo "isométrico", como numa transmissão de TV em diagonal, caprichando no som para passar um pouco da emoção dos estádios.

Estranho, mas funcionou bem.

Fifa Soccer '94

No ângulo diferenciado dá pra ver boa parte do campo sem precisar de mapa, fundamental em outros games. As partidas são só entre seleções — foi lançado pouco antes da Copa de 1994 (no Natal de 1993) — com 48 seleções, incluindo menos tradicionais como Catar e China, e um time "All Stars", sob bandeira da EA.

Ao contrário do padrão atual, os jogadores são fictícios. A seleção brasileira, por exemplo, tem os craques Tito Mancuso, Rico Salamar e Janco Tianno. O controle não é ruim, mas longe de ser uma maravilha. Os jogadores, com animações complexas para a época, dão bicicletas, peixinho, comemoram gols com cambalhotas, goleiros fazem belas pontes; certos movimentos são estranhos, como a queda: parece que o jogador vai sair flutuando, meio câmera lenta. As corridinhas na diagonal são esquisitas também.

Mesmo quando o jogador é empurrado, ele cai segurando a perna e rolando no chão! Fingimento digno de Neymar craques. Mas nada muito prejudicial.

Que tal um clássico Brasil x Argentina?
Que tal um clássico Brasil x Argentina?

As configurações são variadas, desde tipo de gramado, clima, faltas, cartões e impedimentos que podem ser desativados, duração de cada tempo (de 2 a 45 minutos), relógio contínuo ou parando com a bola fora de jogo, e mais. Oferece ainda quatro opções de idioma, mas não tem português — como que fazem um game de futebol sem português? 🙁

Antes do pontapé inicial rola um narrador (força de expressão, pois ele não fala, só aparece sua careta e o texto) explicando algo sobre o jogo e as equipes. Dá também pra ajustar coisas como a distribuição do time em campo, o esquema tático e escalação. Completão.

O som é um dos pontos fortes. Lembro como se fosse hoje a primeira vez que vi — e principalmente ouvi — FIFA do Mega Drive numa locadora. Minha atenção foi atraída pelo barulho da torcida cantando, som digitalizado de uma galera real, bem feito para um console de 4ª geração. Durante o jogo, você ouve aquele murmurinho típico de grandes massas; de repente começam a cantar, ou num lance perigoso, aquele grito difuso. Há o famoso "UHHH" quando a bola passa perto do gol, e um grito maior quando ela estufa as redes, seguido pelo telão do estádio mostrando uma animação. O jogador sai correndo, vai pra torcida com o braço levantado. Clássico.

Meu gameplay de Brasil x Alemanha:

Mesmo com bugs (como o estranho lance da substituição, em que o jogador finge que sai e volta pro campo, mas é substituído mesmo assim), para seu tempo, FIFA 94 foi excelente. Inovou em muita coisa e em outras, conseguiu ser melhor que concorrentes, como replays, esquemas táticos, a visão diagonal, som.

Pena que depois a EA tenha tido alguns tropeços, já na fase 3D — por sinal, falhas só foram acusadas pela existência de um concorrente pesado como PES — e meio que deram uma desgastada na franquia, que recuperou o prestígio só na segunda metade dos anos 2000. Mas pra quem gosta, os FIFA antigos continuam sendo uma grande pedida; um começo promissor para o que viraria uma das séries mais importantes de esporte em videogames.

Se nunca jogou esse clássico, experimente um dos antepassados mais famosos da série FIFA. Junto com International Superstar Soccer, do SNES, são os embriões do futebol das antigas, que não podem faltar no seu "currículo". Diversão garantida! ⚽️

Gráficos: 7.00
Efeitos Sonoros: 9.00
Música: 6.00
Jogabilidade: 6.00
Controles: 6.00
Criatividade: 9.00
Enredo: 6.00
Carisma: 8.00
Artigo anteriorQuer comprar um videogame antigo? Onde? Como? Quanto?
Próximo artigoA história do NES (Famicom)
Se não tiver conta no Memória BIT, será criada uma. Nada será publicado em seu perfil.
Se já tem conta no MBIT, faça login nela e vincule-a ao Facebook.

2 COMENTÁRIOS

X
Todos os comentários passam por moderação antes de publicados. Se o seu for aprovado, vai aparecer em breve!
  1. Bons tempos de Fifa!!!! joguei muito a versão snes...bons tempos!!!! atualmente estou jogando a versão mega drive!!!! para a época fez muito sucesso onde moro...jogos de luta, corrida e futebol reinava nos anos 90, ô saudade!!!! bons tempos mesmo!!!!valeu

  2. Quando saiu esse jogo eu fiquei de boca aberta com a jogabilidade, a movimentação dos goleiros ao saltar nas bolsa e com o grito da torcida. Só quem jogou na época sabe como foi.

DEIXE UMA RESPOSTA