Biografia Tatsumi Kimishima

Com experiência no mercado financeiro, Kimishima ocupou a presidência da Nintendo num momento crucial, entre o fracasso do Wii U e o bem aceito Switch.

0
17
IMPORTANTE
Este artigo foi marcado para revisão / expansão.

Tatsumi Kimishima é um executivo japonês. Foi o quinto presidente da história da Nintendo, e o segundo presidente da história da Nintendo of America. Vindo de uma carreira no banco japonês Sanwa, Kimishima foi ainda diretor geral da Nintendo de 2013 a 2015.

Kimishima deixou a presidência da Nintendo em julho de 2018, sendo sucedido por Shuntaro Furukawa.

Antes da Nintendo

Formado em Direito na Universidade Hitotsubashi, Kimishima trabalhou por 27 anos no banco japonês Sanwa, nas áreas de planejamento corporativo, desenvolvimento de negócios internacionais, comunicação e promoção corporativa. Nesse período, residiu em cidades como Nova Iorque, Los Angeles, San Francisco, além de locais na América Central e Caribe.

Nintendo e Pokémon

Em 2000, Kimishima foi apontado como CFO do Pokémon Company, e no ano seguinte, se tornou presidente do Pokémon USA, Inc. Em seu período, foram lançados vários jogos de grande popularidade da franquia Pokémon, como Pokémon Gold e Silver (2000) e Pokémon Crystal (2001), ambos para o Game Boy Color.

Com o lançamento do GameCube, em 2001, Hiroshi Yamauchi, presidente da Nintendo desde 1949, sentiu que era hora de deixar o posto para alguém mais jovem. Começou um processo de alterações dentro da empresa, com seu genro, Minoru Arakawa, assumindo a posição de presidente da Nintendo of America, até então ocupado por Howard Lincoln. Arakawa ficaria só um ano como presidente, e em 2002 Yamauchi apontou Kimishima para o cargo.

Quatro anos depois, Kimishima foi promovido de novo, então para CEO e chairman da Nintendo of America. Em abril de 2013, foi promovido a gerente geral da Nintendo Co., Ltd., com Iwata tomando seu posto como CEO da Nintendo of America. Em 16/09/2015, foi nomeado presidente da Nintendo, pouco após o falecimento de Iwata, em julho.

Ele não seria o nome favorito de Iwata, que queria alguém jovem na presidência — o próprio Iwata assumiu aos 42 anos, enquanto Kimishima tinha 65. No ato, Kimishima declarou que uma de suas tarefas era preparar o próximo grupo de comando da Nintendo.

Como presidente

Apesar de ser o presidente com menos tempo de comando na Nintendo até então, Kimishima participou de vários momentos importantes. Em maio de 2016, anunciou que a Nintendo começaria a produzir filmes, e que estavam em busca de cineastas para seus projetos. Tentou manter o suporte ao Wii U, mesmo com o projeto NX em andamento, até a descontinuação anunciada no final de 2016. Supervisionou o lançamento do Nintendo Switch, que foi bem aceito pelo público, aparecendo na apresentação do console híbrido.

Em abril de 2018, a Nintendo anunciou que Kimishima deixaria o posto em junho, o que aconteceu no dia 28. Seu sucessor foi Shuntaro Furukawa. A saída não foi por desempenho e sim a decisão interna da Nintendo de renovar o comando.

Shuntaro Furukawa e Tatsumi Kimishima. Imagem: Yuki Furukawa / Bloomberg

Segundo Kimishima:

Com a amplitude dos novos projetos em que estamos trabalhando, agora é a hora de transferir poder para novas pessoas e promover uma mudança de geração, trazendo um momentum mais forte para a Nintendo através dessas mudanças.

Desde a saída da presidência, Kimishima ocupou o posto de Consultor Executivo.

Vida pessoal

Kimishima foi casado e teve duas filha; uma mora em Nova Iorque e a outra no Japão. Entre seus hobbies estão esportes como tênis e golfe.

Bibliografia

Quem editou este artigo: Daniel Lemes
Se não tiver conta no Memória BIT, será criada uma. Nada será publicado em seu perfil.
Se já tem conta no MBIT, faça login nela e vincule-a ao Facebook.

SEM COMENTÁRIOS

X
Todos os comentários passam por moderação antes de publicados. Se o seu for aprovado, vai aparecer em breve!

DEIXE UMA RESPOSTA