Local do enterro de cartuchos E.T. será escavado

Em menos de um mês, uma das maiores lendas dos games será esclarecida. Será mesmo que os carts E.T. foram enterrados no deserto?
Por: Daniel Lemes
0
255

Dia 26 próximo, entre 9:30 e 19:30 (hora local), uma das maiores lendas urbanas e da história dos games promete ser desvendada. É quando será escavado o local exato em que, na década de 80, após o crash da indústria, a Atari teria enterrado milhões de cópias dos cartuchos E.T. e Pac-Man.

A companhia, que vinha tomando um prejuízo monstro, havia pago um valor altíssimo no início dos anos 80 pelos direitos da criação e publicação do game baseado no filme do Spielberg (em valores atualizados, algo como US$ 60 milhões). Com pressa de soltar o produto antes das vendas de Natal, o responsável pela programação, Howard Scott Warshaw, teve menos de cinco semanas para conclui-lo, e o resultado foi uma catástrofe: o game é um dos piores já criados.

Com Pac-Man foi parecido: apesar de vender cerca de 7 milhões de unidades, não teve a recepção esperada por ser muito descaracterizado em relação ao jogo do arcade; a Atari tinha muitos cartuchos em estoque, mas com o desaquecimento do mercado, ainda restavam mais de 5 milhões juntando poeira em seus depósitos de El Paso, no Texas.

alamogordo atari et
No meio do nada: o aterro em Alamogordo, onde a Atari enterrou alguma coisa. Será mesmo o estoque de E.T.?

Tudo isso é história, fatos. A lenda entra no destino dos cartuchos encalhados: em 26/09/1983, a Atari teria levado vários caminhões cheios para um aterro na cidade de Alamogordo, centro-sul do Novo México (estado ao sudoeste dos Estados Unidos). Seriam milhões de cartuchos, principalmente E.T., ali sepultados com uma camada de concreto e então tudo coberto com terra.

Especula-se que outros produtos, como o bizarro Atari Mindlink (um dos frutos das viagens do departamento de criação da empresa, um tipo de controle que captava movimentos de músculos da testa!), estejam no lixão.

Muitos anos depois, em dezembro de 2013, a Fuel Entertainment, produtora canadense, conseguiu o direito de escavar o terreno. Agora, em parceria com a Xbox Entertainment Studios e a LightBox Entertainment, vai finalmente tentar pôr fim às teorias conspiratórias, e ainda transformará o resultado da "arqueologia" num documentário. Se você estiver aí nos Estados Unidos, a Microsoft convidou todo mundo a aparecer por lá - o evento será aberto ao público, então não perca a oportunidade de presenciar uma lenda urbana sendo destrinchada.

O que será que encontrarão? Milhares de carts novinhos? A lenda diz que tudo teria sido esmagado antes do enterro. Talvez esteja lá também o encalhe de consoles, joysticks? Imagine se centenas de Atari 2600 "zero km"  estiverem ali conservados, reaparecendo no eBay...

Ou é tudo uma bobagem e a lenda será desmascarada? Grande expectativa pelos próximos dias...

Atualização 26/04/14: a escavação foi feita e a lenda se mostrou verdadeira, olha aí no que deu:

atari cartridges Atari landfill

Todos os detalhes num post em breve.

Informações: kotaku.com e t3

Artigo anteriorO 32X melhora a imagem do Mega Drive?
Próximo artigoNintendo 64 portátil: cale-se e pegue meu dinheiro
Se não tiver conta no Memória BIT, será criada uma. Nada será publicado em seu perfil.
Se já tem conta no MBIT, faça login nela e vincule-a ao Facebook.

SEM COMENTÁRIOS

X
Todos os comentários passam por moderação antes de publicados. Se o seu for aprovado, vai aparecer em breve!

DEIXE UM COMENTÁRIO