Xeno Crisis: jogo vem para Mega Drive e outras plataformas

Inspirado em Smash TV e Robotron 2048, novo shooter chega ao 16-bit da Sega em outubro em formatos físico e digital.

221

2018, mais um ano de retrogaming. A bola da vez é Xeno Crisis para o Mega Drive, projeto financiado com sucesso pelo Kickstarter.

O shooter é produzido pela Bitmap Bureau, estúdio indie britânico fundado em 2016 por veteranos da indústria. Previsto em formatos cartucho e ROM, tem aquele feeling dos clássicos como Smash TV, Robotron 2048 e MERCS. Muito tiro, explosões e criaturas estranhas.

Apesar do pé firme nos clássicos — óbvio ao conferir o vídeo —, eles buscaram mesclar influências modernas, como geração procedural de níveis. Baseado em salas, pode não ser tão empolgante para quem curte explorar grandes estágios pré-desenhados. Mas sem dúvida parece interessante ver do que eles serão capazes.

A jogabilidade é similar às fontes de inspiração. Você controlará soldados lidando com hordas de alienígenas em salas. Atire, lance bombas, limpe o ambiente: passe para a próxima. A munição é limitada, sendo preciso matar monstros para coletar mais. Movimentação em 8 direções, power-ups, e opção de multiplayer.

Ao todo são seis áreas, cada uma com um chefe e suas peculiaridades. Haverá ainda um sistema de upgrade, que muda de acordo com o estilo do jogador. Você é cachorro louco que atira só pra ver o tombo, ou da abordagem cautelosa e esquiva? Desenvolva seu estilo e potencialize o que for mais útil, como armas ou velocidade.

O design é assinado por Henk Nieborg, artista de pixels com trabalhos como Flink (Mega Drive) e Contra 4 (Nintendo DS) no currículo. O som fica por conta de Savaged Regime, sujeito que faz miséria com o chip de áudio do 16-bit da Sega — confira um pouco em seu canal no YouTube.

O lançamento está previsto para outubro, coincidindo com o aniversário de 30 anos do Mega japonês.

xeno crisis cartucho mega drive
Quanto é bom ver um cartucho em pleno 2018?

Graças ao excelente retorno, estão previstas também versões para Dreamcast, Steam e Nintendo Switch, para janeiro de 2019. Add-ons incluem a trilha sonora em CD e até em vinil, e na edição de colecionador, camisetas e as dog-tags do game.

Artigo anteriorEntrevista com Keiji Yamagishi, compositor de Ninja Gaiden
Próximo artigo10 dicas de desenvolvimento no RPG Maker MV