Bomber Raid (Master System)

0
110
IMPORTANTE
Este artigo foi marcado para revisão / expansão.

Bomber Raid é um jogo do gênero shooter vertical produzido pela Sanritsu e lançado pela Sega para o Master System, em 1988 na Europa e 1989 em outras regiões.

História e desenvolvimento

O jogo parece ter relação com um arcade da Sega chamado Sonic Boom, de 1987. Nos Estados Unidos, o jogo foi publicado pela Activision, com uma capa preta similar aos cartuchos do Sega Genesis. Na Europa e Japão, foi lançado pela Sega.

É um dos jogos compatíveis com o áudio FM do Master System.

Enredo

Segundo o cartucho americano:

“Quem tem velocidade Mach-6, armas terríveis, e um certo amor por destruir tanques? Você tem. É o mais difícil jogo de bombardeio já feito. Tão quente que parece um arcade. Por quê? Dois mega de poder significa que colocamos muito mais jogo no cartucho. Então, você tem mais ação por seu dinheiro.

Colete armas para aumentar seu poder de fogo. Então, mande um míssil por seu canhão.
Mergulhe na direção do convés com bombas de fragmentação. Explosões matadores, gráficos incríveis, ótimos efeitos sonoros. Centenas de telas de loucura em caçada aérea. Estes caras não são fracos. Eles tem aviões, tanques, foguetes, bombas aéreas, mísseis, canhões e muito mais.”

Jogabilidade

Em Bomber Raid, o jogador controla a nave “Freedom Fighter” em cinco fases. O início oferece três vidas e um número limitado de armamentos do tipo bomba. Qualquer colisão, seja com inimigos ou obstáculos, resulta na perda de uma vida. Um tipo de inimigo, um objeto tipo disco com luzes vermelha e verde piscando, libera um powerup quando destruída.

Os powerups podem ser armas, velocidade adicional ou uma nave de escolta, que ajuda o jogador. Há uma grande bomba que limpa vários inimigos da tela (exceto chefes), que tem o efeito intensificado se houver naves de escolta.

Créditos

Expandir
Hide Itoen: planejamento, Nannorio: design visual, Hide Itoen: design visual, Kimuron: programação, Chicken Jun: programação, Board Koba: programação, Atsubanba: programação, Ohtorii: efeitos sonoros, Ohtorii: música, R Nakamura: agradecimentos especiais, Cup Ozeki: agradecimentos especiais, Haruchan: agradecimentos especiais, Hirokun: agradecimentos especiais, Noboru Machida: agradecimentos especiais.

Creditados no manual americano

Tom Sloper: produção, John Crompton: gerenciamento de produto, Tom Bellamy: teste, Steve Imes: teste, Laura Singer: gerenciamento editorial.
Quem editou este artigo: Daniel Lemes
Se não tiver conta no Memória BIT, será criada uma. Nada será publicado em seu perfil.
Se já tem conta no MBIT, faça login nela e vincule-a ao Facebook.

SEM COMENTÁRIOS

X
Todos os comentários passam por moderação antes de publicados. Se o seu for aprovado, vai aparecer em breve!

DEIXE UMA RESPOSTA