Biografia Tio Patinhas

Criado pelo cartunista Carl Banks, Patinhas teve destaque nos games a partir de DuckTales, de 1989.

0
40
────────── Publicidade ──────────

Patinhas McPato, mais conhecido como Tio Patinhas, é um personagem de ficção criado pelo cartunista Carl Barks. Nos Estados Unidos é chamado de Scrooge McDuck e em português, também já foi citado como Patinhas McPatinhas.

Apareceu pela primeira vez em quadrinhos em dezembro de 1947, e ao longo das décadas foi promovido de coadjuvante nas histórias do universo de Patópolis à protagonista de suas próprias aventuras. Seu alcance se alastrou para especiais de TV, filmes e jogos eletrônicos.

Características

Patinhas é retratado como um pato idoso, perspicaz, aventureiro, e cujo comportamento varia de avarento e ranzinza para amável e caridoso em situações específicas. Outros traços são a incrível capacidade de fazer bons negócios, as discussões com o sobrinho Pato Donald (relacionadas a seu fracasso financeiro e as confusões que cria) e o gosto por arqueologia e a dinastia Pato. É muito rico — parte de sua fortuna aparece num gigantesco cofre (às vezes com uma placa de 90 pés de profundidade) em Patópolis. Tem o poder de nadar entre as moedas como se fosse um líquido, o que considera saudável como hábito diário.

Patinhas vive em conflito com outros personagens, como os Irmãos Metralha e a Maga Patalójika, que insistem em roubar seus bens, especialmente a "Moedinha Número Um", sua primeira moeda de 10 centavos, que recebeu trabalhando como engraxate aos 10 anos. Outros inimigos são Pão-Duro MacMônei e Patacôncio (com quem disputa o título de pato mais rico) e ocasionalmente Bafo-de-Onça e Madame Min.

A fortuna de Tio Patinhas foi estimada pela Forbes em U$65,4 bilhões de dólares, o que faz dele o personagem de ficção mais rico de todos os tempos. O nome original de Patinhas veio do avarento Ebenezer Scrooge, protagonista do Conto de Natal de Charles Dickens.

Em videogames

A primeira aparição de Tio Patinhas foi como protagonista em DuckTales, lançado no NES em 1989. No ano seguinte, apareceu como personagem não controlável em The Lucky Time Caper (Master System).

Também como NPC, apareceu, entre outros, em Quackshot (Mega Drive, 1991) e Deep Duck Trouble starring Donald Duck (Master System, 1993), e de novo como protagonista em DuckTales 2 (NES, 1993).