Final Fight CD (Sega CD)

157
IMPORTANTE
Este artigo foi marcado para revisão / expansão.

Final Fight CD é um jogo do gênero beat'em up produzido pela Sega e lançado para o Sega CD em 1993. Originalmente lançado para arcade em 1989, a versão foi a única para videogames domésticos com os três personagens originais controláveis, já que o SNES teve duas versões: uma com Cody e Hagger, e outra com Haggar e Guy.

A trama se passa na cidade fictícia de Metro City, onde três homens lutam contra a gangue Mad Gear, que sequestrou a filha do prefeito Haggar: ele próprio, o namorado da garota, Cody, e seu amigo Guy. O jogo original foi desenvolvido como sequência de Street Fighter (1987), mas o estilo foi alterado de fighting game para beat'em up depois do sucesso de Double Dragon.

A versão foi licenciada pela Capcom e produzida e publicada pela Sega, mantendo quase todas as características do arcade, incluindo as removidas nos ports do SNES, como o modo de 2 jogadores colaborativo, a fase da Industrial Area e três personagens selecionáveis. Também foram adicionadas vozes às sequências de abertura e encerramento, as faixas foram rearranjadas para aproveitar a melhor qualidade de áudio do CD, e inserido um exclusivo modo Time Attack.

Por outro lado, há pontos negativos como um menor número de inimigos permitidos por tela, e uma sequência de golpes mais lenta de Guy e Cody. Tal como no SNES, a versão foi censurada no disco americano: Poison e Roxy foram mantidas, mas com roupas redesenhadas e menos reveladoras, a cadeira de rodas de Belger foi substituída por uma cadeira genérica e alguns inimigos de pele mais escura foram clareados, entre outras mudanças em relação ao arcade.

Recepção

A versão Sega CD é reconhecida como uma das melhores ao lado do X68000 japonês, e provavelmente a melhor para consoles. Apesar da qualidade, versões seguintes do jogo foram lançadas apenas para Super Nintendo, produzidas pela divisão doméstica da Capcom (o jogo já estava fora da divisão de arcades).

Personagens

Quem editou este artigo: Daniel Lemes