10 anos de Xbox 360 – o tempo voa

O console da Microsoft completou 10 anos de estrada e ainda tem (um pouquinho de) lenha pra queimar.

1
221

Daqui a pouco já vai dar pra chamar de retrô... 🙂

O Xbox 360 completa este mês 10 anos de estrada. Mais impressionante do que seu sucesso, é que continua em plena atividade, recebendo lançamentos do nível de Fifa 16 e Rise of the Tomb Raider, e apesar da óbvia inferioridade gráfica em relação ao irmão mais novo, o Xbox One, ainda parece atraente para quem está com a grana curta.

O segundo videogame da Microsoft veio a público em 22/11/2005, com a missão de manter a gigante de tecnologia firme depois de uma estreia bem-sucedida com o Xbox clássico, que travou boa disputa contra o poderoso PlayStation 2. Enquanto o intervalo desde o primeiro foi de pouco mais de 4 anos, o 360 resistiu 8 anos até ganhar um sucessor.

Planejado desde 2003, o 360 foi apresentado na E3 de 2005, com lançamento (aos poucos, nos anos seguintes) em 36 países.

primeiro xbox 360 vendido
Norm Edwards foi o comprador do primeiro Xbox 360 no mundo, em ação promocional no Best Buy. Tecnologicamente, foi há um século...

Os primeiros donos foram de sortudos e felizes a atormentados e indignados, por problemas com o ingrato "Anel Vermelho da Morte" (Red Ring of Death), grave caso de superaquecimento que ativava as luzes de erro do círculo luminoso. Foi um vexame — e enorme prejuízo — para a Microsoft.

Peter Moore, ex-presidente da Sega e então chefe de projeto da Microsoft, lembra que sua posição quase o tornou "inimigo público" para os gamers que haviam comprado o Xbox 360:

Eu dava muitas entrevistas [sobre o problema]. Não era como hoje, com as mídias sociais, o que teria sido horrível. Não conseguíamos descobrir qual era o problema.

Fontes internas não-identificadas dizem que em certo ponto, 6 em cada 10 consoles apresentavam defeito, que os levava à manutenção ou garantia. Entre a devolução das milhares de máquinas defeituosas e envio de novas, foram gastos mais de US$1 bilhão (segundo Moore, a empresa de transportes FedEx é que se deu bem). Parece uma soma absurda, nas no fim das contas a Microsoft mal sentiu o baque e ainda salvou a marca, que estaria fadada à extinção caso não aplacassem a fúria dos consumidores. Se tivessem tentado contornar a questão com desculpas esfarrapadas, talvez hoje não houvesse um Xbox One.

red ring of death anel vermelho morte xbox
A cena que ninguém queria ver, mas muitos viram

O 360 foi de vento em popa, vendendo bem apesar de atrás do fenômeno de popularidade Wii e por certo tempo, também do PS3 — mais perto do fim da geração, os dois ficaram próximos no número de videogames comercializados. Estima-se que o Xbox 360 já vendeu mais de 84 milhões de unidades, com grande apelo de exclusivos do naipe de Forza, Halo, a série Gears e os simultâneos de alto nível. Isso o coloca como o sexto (ou sétimo, pois a disputa com o PlayStation 3 é muito, muito apertada) mais vendido da história, à frente de máquinas como Super Nintendo (50 milhões) e Xbox original (24 milhões), mas em situação difícil para alcançar o Wii, imediatamente acima dele com quase 101 milhões de consumidores.

Até o início deste ano, ainda eram vendidos quase 100 mil consoles por mês. Parece que tem um pouco mais de história pela frente...  Parabéns Microsoft e Xbox 360!

Artigo anterior10 protótipos de videogames jamais lançados
Próximo artigoLendas dos Games: a música do suicídio em Pokémon