Ideias e gambiarras de chave para abrir o Super Nintendo

Queria limpar aquele videogame velho por dentro, mas tem os maledetos parafusos estranhos no caminho? Conhecemos sua dor...
Por: Daniel Lemes
5
4712

Daora a vida, né? Você consegue por "vintão" um videogame meio encardido e supostamente pifado numa feirinha de rolo, e pensa que com uma bela limpeza ele vai voltar à vida; é comum, depois de tanto tempo sem uso, que contatos do slot e cartuchos fiquem sujos ou oxidados. Nada que uma faxina interna não resolva, "lavô tá novo".

Mas quando vai abrir o Super Nintendo, percebe a triste realidade: os parafusos são uma coisa meio espacial, de outro planeta, uns que você nunca viu e nos quais chave nenhuma da sua caixa de ferramentas dá jeito. Os parafusos malditos mágicos que fabricantes adoram colocar para ferrar a vida do consumidor.

E pior: correndo pro Google pra saber quanto custa uma chave daquelas, nota que tem uns exploradores pedindo 40 f00cking reais por um par delas. Mais do que você pagou no videogame.

Esse parafuso conhecido como Gamebit ou Game Bit atormenta donos de SNES e outras máquinas há gerações; cartuchos da Nintendo, Sega e outras também o usam; se quiser trocar a bateria dos games com salvamento interno e não tiver a chave, adeus saves — ou procure alguém com a ferramenta.

Por que nossos amigos japoneses inventaram essa peste de parafuso? Oficialmente, para evitar que curiosos fuçassem nas entranhas do console, levando choques ou aprontando outras. Os donos de assistência técnica adoravam, afinal qualquer limpeza interna ou serviço simples como arrumar um botão fora do lugar virava gasto.

i know that feel gamebit screw
Mas eu só queria abrir meu SNES, pô.. Pra que isso?

Como bom brasileiro que não desiste nunca, é claro que não vamos pagar 40 reais numa chave, hunf... Nosso jeitinho tem que prestar pra algo mais do que furar fila.

Há formas de desparafusar aquelas coisinhas metálicas infernais, das mais artesanais e criativas às simples e objetivas. Só não vá arrancar um pedaço do dedo ou destruir seu SNES tentando.

Veja se um desses métodos serve pra você. O último é garantido 😀

X
Importante
Os métodos aqui descritos só devem ser seguidos se você souber o que está fazendo. Qualquer consequência é de sua total responsabilidade! (Leia-se: não vá fazer cagada, se machucar, machucar seu console e botar a culpa em mim).

Método 1: caneta

A mais difundida e antiga de todas as gambiarras. Consiste em derreter a ponta do tubo de uma caneta de plástico comum, tipo BIC, e aplicar cuidadosamente no orifício (calma, no orifício do console); aí é só deixar alguns segundos para secar o "molde" e desparafusar.

Funciona, já fiz isso pra tirar um parafuso uma vez mas foi bem trabalhoso, e a entrada do buraco do parafuso acabou ficando ligeiramente arrombada, porque enfiei a caneta muito fervente (cara, está estranhíssimo esse papo, eu percebi). Se você for mais cuidadoso que eu, o que é bem provável, deve conseguir depois de tostar algumas canetas e sofrer um pouco.

Veja como arrombar seu SNES você também, ou não.

Prós: muito barato, só vai te custar um tubo de caneta (teoricamente; dependendo da sua falta de prática, podem ser alguns tubos de caneta), um bom tanto de força na mão, e paciência.

Contras: difícil de dar resultado. O mais comum é que, logo ao começar a girar, o plástico solte, e normalmente não vai reencaixar nas fendas do parafuso; aí toca esquentar de novo e reaplicar, mas quanto mais você queima o tubo, mais ele deforma, e em vez de abrir o Super Nintendo, você acaba deformando a fenda do parafuso, o que complica mais a situação.

Se o parafuso estiver um pouco mais apertado, preso por sujeira que ficou acumulada ali por anos, esqueça porque não vai soltar. Você até pode tentar aplicar um daqueles solventes em spray, mas dependendo do estado, será complicado.

Método 2: serralheiro amador

A segunda é mais trabalhosa, mas se você tiver as manhas da serralheria, resulta numa ferramenta permanente: arrume uma haste metálica e com uma serra em arco, faça cortes cuidadosos nas diagonais (em X) e no meio, até obter algo como seis "dentes", que se encaixem nas fendas do parafuso. A haste pode ter ponta hexagonal ou redonda, o importante é que o raio seja maior que do parafuso, claro.

Uma variação é usar uma lima estreita e ir desgastando a boca de uma chave de fenda comum. Ela deve ter boca larga, e a lima ser estreita o bastante para caber na cabeça do parafuso. É bom ir fazendo e testando, senão a chave fica "arrombada", aí adeus: você perde a chave original e ainda fica sem abrir o aparelho.

Prós: a "chave" criada vai durar muitos anos, como uma verdadeira ferramenta.

Contra: trabalhoso e até perigoso, já que envolve uso de serra, lima, fagulhas de metal e outras ameaças. Além disso, você precisa de um parafuso pra servir de molde durante o trabalho, e se não tiver, terá que apelar à técnica anterior pra obter esse parafuso inicial, o que meio que estraga o propósito, não? Um combo de gambiarras.

Lembre-se também de escolher uma chave já meio estragada pra desgastar, afinal há o risco de perdê-la no processo (modo sovina off).

Método 3: epóxi + caneta

Prepare um pouco da massa tipo Durepoxi (sem jabá) e com ela recheie a extremidade mais larga do tubo de caneta BIC (sem jabá). Não precisa encher muito, só uns centímetros, basta uma bolinha de massa. Lubrifique o parafuso com óleo para não grudar, então pressione-o com cuidado na massa, para fazer o molde. Não afunde o parafuso muito, só o bastante para "pegar" sua forma. Retire-o com muito cuidado para não deformar a massa. Deixe secar totalmente antes de usar.

Essa depende de habilidade manual e muita paciência, porque a massa epóxi leva 48 horas pra ficar 100% seca e dura pra valer. Também exige ter um parafuso inicial, para a base do molde.

Interessante contar que tentei fazer isso e ficou uma grandíssima porcaria, o epóxi desmanchou mas os parafusos não saíram. Pode ser que eu tenha errado na mistura, pois já vi gente dizendo que dá certo. Se for o caso, você terá uma chave caseira para reutilizar algumas vezes.

Infelizmente não tenho imagens, mas imagine um tubo de caneta com o formato da cabeça do parafuso num recheio de epóxi. Uma formosura.

Prós: barato, só um tubo de caneta e uma bolinha de epóxi. Se usada com cuidado, dura alguns reusos antes de quebrar. Não é perigoso como o processo "serralheiro".

Contras: se o parafuso estiver muito apertado, a chave não aguenta, epóxi não é tão resistente assim. É uma gambiarra bem mais vagabunda que a da chave de metal desgastada. Se for pra fazer coisa mal feita, fique com a caneta derretida.

Método 4: compre a chave!

chave gamebit 45mm
Tanto sofrimento, resolvido com um minúsculo pedaço de metal.

O último não é bem um método, mas uma solução óbvia da qual muita gente foge como o diabo da cruz: compre benditas chaves. Elas são a solução final e não custam tão caro, a não ser que você escolha os vendedores mais abusados do Mercado Livre — vi alguns pedindo R$40,00 pelo kit com as duas chaves (3.8 mm, que abrem cartuchos, e 4.5 mm, que abrem consoles), fora o frete.

Se tem cartão internacional e paciência, beba direto da fonte: os sites de venda pela conexão chinesa. O mesmo kit vendido no Brasil, dá pra achar no AliExpress quase 100% mais barato, e com frete grátis pro mundo todo. O que ferra é o longo tempo de espera (mas pare de xingar nossos amigos chineses, a culpa é da nossa aduana mais lenta que lesma na ladeira).

Prós: você terá uma boa chave "pra sempre", sem precisar de gambiarras, sem se machucar, sem estragar o console. Como diria um mecânico aqui da minha área, "eu com ferramentas sou outro homem".

Contras: o contra dos contras para qualquer pão-de-concreto que se preza: tem que gastar dinheiro, um absurdo. Comprando da China, sempre há o perigo de seu pedido desviar (pois o método de envio é sempre o mais fuleiro, barato e sem rastreamento), ficar na alfândega por meses (não é questão de "se", VAI acontecer), ou até de pedir uma coisa e chegar outra. Taxação é muito improvável porque o pacote será minúsculo, um envelope plástico.

O mais chato é a demora: os chineses enviam em menos de uma semana, mas o pacote fica retido por até três meses ao chegar no Brasil. Já aconteceu de chegar em menos de dois meses, e quando é assim eu comemoro. Se tiver pressa, compre no Brasil mesmo.

 

 

É isso, espero que você também pare de sofrer para abrir seus SNES, Nintendo 64 e cartuchos.

Artigo anteriorIntrodução ao upscaling: consoles antigos em TVs modernas
Próximo artigoComo comprar no Mercado Livre com menos risco de calote
Se não tiver conta no Memória BIT, será criada uma. Nada será publicado em seu perfil.
Se já tem conta no MBIT, faça login nela e vincule-a ao Facebook.

5 COMENTÁRIOS

X
Todos os comentários passam por moderação antes de publicados. Se o seu for aprovado, vai aparecer em breve!
  1. Esqueceu de mencionar que comprando estas chaves sem cabo , você terá que comprar o cabo separado , mas já existe a versão baratinha delas com cabo , já achei a 3.8 mm por 8,00 no Mercado Livre com cabo laranja ou amarelo . Alguns vendedores garantem que pode ser usada normalmente sem cabo mesmo , mas sei lá , vai que o parafuso esteja muito apertado e não de torque suficiente ?

    • Quando comprei pela primeira vez foi sem cabo; se o parafuso estiver muito apertado é só usar um alicate pra segurar, força mínima. Cabo é luxo.

  2. interessante esse artigo. Mas depois de desmontar meu snes, eu perdi os parafusos...grrrr. Sabe onde posso encontrar outros de 4.5mm, para o meu console? Não encontro em lado nenhum, so mesmo as chaves. Ou então uns parafusos compatíveis mesmo que sejam de estrela (Philips).

    • Procure por "security screws super nes 4.5" nos sites gringos, às vezes aparece no AliExpress. No momento só achei os de 3.8, custa uns 35 reais por 100 unidades.

DEIXE UM COMENTÁRIO