Doações

Sei que há videogames antigos aos montes em sites de leilão, sebos e brechós país afora, vendidos por valores que vão de uma merreca até muitas merrecas. Colecionadores pagam quantias absurdas por tais itens em excelente estado, com caixas, manuais, às vezes lacrados.

Mas a minoria recebe tal atenção dos donos quando chegam "à terceira idade". Com as correrias da vida adulta, seus antes estimados aparelhos terminam esquecidos, rodando por armários e porões, virando um incômodo.

Se você tem um videogame encaixotado há anos, embaixo da cama juntando pó, que virou peso pra papel (pobre Game Boy...), esquecido porque quebrou algo, só ocupando espaço na sua casa, que tal renovar o ciclo de vida dele?

Aceito seu velhinho. Tenho interesse em:

  • Videogames, qualquer estado de conservação.
  • Cartuchos e discos.
  • Controles, cartões e unidades de memória, cabos, conectores, acessórios diversos.
  • Revistas e publicações em geral, cartazes, manuais e afins, desde que conservados.
  • Quer doar coisas maiores, como um arcade, computadores? Provavelmente não quero, mas posso repassar.

Antes de começar a me chamar de mendigo FDP, que está montando coleção às custas dos outros (já começou, eu sei :mrgreen:), leia as perguntas e respostas.

Perguntas e respostas

Pra que querem isso?

Se não serve pra você, por que não torná-los de novo "úteis para a sociedade"? Com o material recebido podemos:

  • fazer gameplays e transmissões usando o hardware original.
  • conhecer ou relembrar coisas que só a experiência real oferece, e compartilhar as impressões.
  • "equipar" redatores — time com mais ferramentas = mais e melhores matérias.
  • passar adiante (não é fazer lucro, continue lendo).
  • fazer restaurações e modificações, rendendo matérias (pode ser vendido por um preço que cubra o custo das modificações).

Quem vai ficar com as doações?

A linha de donatários: administradores do site > colaboradores > leitores.

Se o administrador não quiser ou puder ficar com algo, passa a colaboradores selecionados.

Se os colaboradores não quiserem ou puderem ficar com a doação, é repassada aos leitores através de concurso cultural (não podemos fazer sorteios sem pagar tributo à Receita Federal).

Donatários preferenciais:

1º) Administrador(es): Daniel, autor da maior parte do conteúdo e responsável pelo gerenciamento e manutenção geral do site. Tem prioridade na escolha e posse do que for doado, mas não ficará com itens duplicados.

2) Colaboradores: membros registrados e de confiança, que assinam matérias e participam do site de forma importante e frequente. Estarão aptos quando tiverem mais de 20 artigos publicados, ou menos se engajados de outra forma. Em que condições serão beneficiados, cabe à administração decidir.

3) Leitores: membros registrados com o cargo "leitor" (nota: todas as contas criadas têm "leitor" como cargo inicial, e o registro é grátis). A administração proporá concurso cultural para a escolha de um ganhador.

Planejam revender? Fazer coleção?

A meta não é essa. O que decidir manter comigo, fica comigo, no mínimo, durante toda a existência do Memória BIT (está online desde 17/06/2011 e espero seguir por muitos anos mais). Se decidir me desfazer de itens nesse período, será de acordo com as regras estabelecidas nesta página.

  • Não quero coleção, não tenho espaço e nem vontade. O que receber será para uso.
  • Chegou a mim algo que não interessa? É repassado à linha de donatários.
  • Chegaram 2 ou mais itens idênticos? Se não tiver, um é meu; os outros seguem a linha.
  • Já tenho algo e recebi outro igual? Um é repassado (o recebido, ou o que eu já tinha).
  • Itens só serão vendidos se o doador autorizar por escrito, e só em interesse do site (por exemplo, vender um videogame repetido para obter outro ainda não disponível).

Colaboradores só receberão itens que não possuem. Se souber que repassei algo ao colaborador e ele, de má-fé, ficou quieto sobre já ter um igual, será desligado do site.

Leitores só receberão itens se tiverem conta no site.  Cada conta pode receber 1 item de cada tipo. Exemplo: se a conta (seu titular) vencer um concurso pelo game Super Mario World, cartucho padrão americano, não poderá ganhar outro Super Mario World padrão americano no futuro. Poderá, contudo, receber um cart japonês, ou candidatar-se em concursos por outros itens.

Há controle das doações recebidas?

Sim. Tudo que chegar será registrado e divulgado, num artigo incluindo fotos e descrição, com nome e link de quem doou, se assim autorizar. Será publicado também o desfecho: quem recebeu, se foi jogado fora, desmontado (caso de aparelhos defeituosos), etc. Assim, quem quiser pode consultar esse registro e saber que fim levou sua doação.

Como será divulgada a doação?

Itens grandes como consoles terão matéria própria, com foto e detalhes. Os menores como um manual, cartucho ou revista, por mais que sejam aceitos de bom grado, não tem cabimento uma matéria inteira pra tal; publicaremos uma nota nas páginas do Memória BIT no Facebook, Google+, Twitter e outras redes.

Vários itens menores recebidos juntos (cartuchos, revistas, etc) também podem render matéria própria. Será decidida a melhor abordagem pela administração. O que garanto é: nada será recebido "na surdina".

O que ganho doando?

Além de ajudar o site, abre espaço na sua vida e entrega os velhos amigos pra gente realmente interessada. Podemos (e vamos, se você autorizar) divulgar seu nome e link na matéria sobre a doação. Se você tem um negócio ou site relacionado a games, é uma troca: doa um item bacana e ganha um anúncio fixo no Memória BIT.

Fixo porque enquanto o site estiver online — espero significar "muitos anos" — a matéria estará também.

Como doar / enviar?

Fale com a gente pelo formulário de contato ou pelo e-mail [email protected].

Se você estiver em São Paulo e quiser doar algo volumoso, havendo interesse podemos combinar a retirada no seu endereço, ou se você tiver disponibilidade de trazer, pago seu combustível (zona norte de São Paulo, região do Mandaqui). Se forem menos itens, pode enviar por SEDEX, PAC, carta registrada, etc, e combinamos um reembolso.

É importante um contato antes de enviar qualquer coisa! De qualquer forma, nos falamos e combinamos a melhor forma.

Como os leitores receberão?

Possivelmente por Correios via PAC, pagando o valor da remessa com antecedência, porque fica difícil pra mim enviar um monte de encomendas pagando fretes pra todo mundo, certo?

A sequência de eventos:

  • publico detalhes do concurso.
  • interessados participam; apura-se o resultado e o vencedor é divulgado e contatado.
  • ele confirma o interesse em receber o item e passa dados para o envio. Sabendo em quanto fica o frete, ele paga o valor com antecedência, de forma a combinar.
  • verificado o pagamento, fazemos o envio com rastreamento e confirmação de entrega pelos Correios.

Nenhum item será entregue em mãos aos leitores, nem remetido sem confirmação do pagamento do valor do frete, EM HIPÓTESE N-E-N-H-U-M-A. Podemos também fazer um anúncio com valor zero no Mercado Livre, e o ganhador compra pagando o frete. Se tiver sugestões melhores, comente.

Posso direcionar a doação?

Claro, a doação é sua! Mesmo que você mande um raríssimo Dreamcast edição Code: Veronica, se disser que deve ser dado aos leitores, assim será.

Se quiser doar para alguém específico da equipe, recomendo que entre em contato com a pessoa, procure no perfil dela. Note que, nesse caso, o MB não se responsabiliza por nada que for tratado entre vocês "por fora" do site.

Não dou, mas vendo barato.

A iniciativa não é pra isso. Ssugiro que anuncie num site de leilões.

Aceita produtos "alternativos"?

Como os itens serão divulgados publicamente, carts, CDS e consoles "alternativos" seriam considerado incentivo do site à pirataria. Mas se quiser enviar como presente pessoal, tudo bem; só não vou poder divulgar detalhes ou imagens. Tem muita coisa que se enquadra nisso, como games jamais lançados oficialmente, de empresas asiática obscuras, hacks e afins.

Qual o endereço? Quero ir aí antes de doar.

O site é mantido por pessoas em diferentes pontos. Não temos sede física, mas se quiser entregar a doação, entre em contato e combinamos isso. Eu (Daniel) estou na zona norte de São Paulo.

 

 

Se tiver opiniões e dúvidas, comente. Quem sabe transformamos juntos o Memória BIT numa grande central de reaproveitamento e distribuição?

Daniel Lemes
Última atualização: 29/03/2016
(texto condensado para melhor leitura, vários pontos redigidos, sem alterações nas regras)

Por favor, não comente pedindo doações. Se algo estiver disponível, será publicado, é só acompanhar nossos artigos. Comentários desse teor serão apagados, tanto aqui quanto nas páginas de registro de doações.

 

Índice de doadores

1) Diego Igawa
Data: 28/02/2015
Item: consoles e cartuchos diverso Ver artigo